InícioSaúdeRetrospectiva: Divisão de Animal recolheu 151 animais de médio e grande porte em...

Retrospectiva: Divisão de Animal recolheu 151 animais de médio e grande porte em 2022

- continua após a publicidade -

Apoio da população com denúncias é essencial para o êxito do trabalho

A criação, manutenção e permanência de animais de médio e grande porte em área urbana são proibidas em Ribeirão Preto, porém, existem pessoas que desrespeitam essa exigência. Pior que isso são os casos de abandono, maus tratos e soltura em vias públicas.

Com o objetivo de combater esses crimes e evitar acidentes de trânsito com os animais, a Divisão de Bem-Estar Animal, ligada à Secretaria do Meio Ambiente, realiza um trabalho contínuo de conscientização sobre a guarda responsável, por meio de grupos de WhatsApp, pelas redes sociais, rondas da equipe terceirizada e orientações pela equipe de fiscalização nas áreas de maior incidência de denúncias.

Além disso, a DBEA, por meio de uma empresa terceirizada, realiza o recolhimento desses animais. O êxito do trabalho está diretamente ligado ao apoio da população nas denúncias, através dos telefones: 0800 8871511 e 9 9178 3000 (empresa terceirizada – 24h), 153 (GCM) e 3628-2778 (DBEA).

Foto : Divulgação
- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

O animal recolhido passa por avaliação veterinária, exames e é identificado (microchip). Vale ressaltar que o prazo para o dono buscar o animal é de 30 dias após a apreensão; depois deste período, o animal fica disponível para adoção. Tanto para o resgate quanto para a adoção é verificada a destinação para propriedades rurais cadastradas e adequadas para a recepção dos animais.

De acordo com as legislações vigentes que dispõem sobre a guarda responsável e o bem-estar dos animais de médio e grande porte, além da localização das instalações (cocheiras, estábulos, pocilgas), o guardião flagrado desobedecendo ou descumprindo os deveres e obrigações estabelecidos poderá ser multado no valor de R$ 2 mil (Lei complementar 1616).

Conforme a chefe de Divisão de Bem-estar Animal, Danielle Soares Girolla, em 2022, foram mais de 150 animais apreendidos em vias e logradouros públicos. “É dever do guardião manter o animal em perfeitas condições de alojamento, de higiene, de alimentação, de saúde e de bem-estar, impedindo fugas, agressões a pessoas e a outros animais, bem como danificar bens de terceiros”, ressalta Girolla.

Para conferir os animais apreendidos e obter mais informações sobre o assunto acesse o link.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Valor bloqueado de manifestantes sobe para R$ 18,5 milhões

A Justiça Federal autorizou hoje (21) novos bloqueios de bens de suspeitos de financiar os atos que resultaram na depredação dos prédios dos Três Poderes...

José Dirceu propõe reestruturar papel dos militares no Brasil

Militares precisam voltar para os quartéis e sair de órgãos do governo, sugere. José Dirceu de Oliveira e Silva, ex-ministro da Casa Civil de Lula,...

Lula quer endurecer penas para crimes ‘contra a democracia’

O Ministério da Justiça e Segurança Pública trabalha em uma proposta para endurecer as punições para crimes “contra a democracia”. O projeto, ainda a...

Lula nomeia novo comandante do Exército; Saiba quem é o General Tomás

O governo federal anunciou na tarde deste sábado (21) que o general Tomás Miguel Ribeiro Paiva é novo comandante do Exército. O ex-comandante Militar...

General demitido por Lula reúne Alto Comando do Exército

Objetivo é anunciar a decisão do presidente de demiti-lo
- PUBLICIDADE -