InícioSaúdeMobilização nacional de vacinação contra gripe começa nesta segunda-feira

Mobilização nacional de vacinação contra gripe começa nesta segunda-feira

- continua após a publicidade -

Começa hoje (17) a mobilização nacional de vacinação contra a gripe. A campanha deste ano inclui, pela primeira vez, os profissionais de educação no grupo prioritário. Cerca de 2,3 milhões de professores de escolas das redes pública e privada devem ser imunizados nos postos de saúde de todo o país.

Nos dias 2 e 3 de maio, os docentes serão vacinados nas escolas. Idosos, trabalhadores do setor de saúde, crianças de 6 meses até 5 anos, gestantes, mulheres no pós-parto, indígenas, população privada de liberdade, inclusive os adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa, e pessoas com doenças crônicas continuam como público-alvo da vacinação.

Confira os locais de vacinação:

Unidade de Saúde da Família (USF) Jardim Heitor Rigon

 

 

Local: Avenida Maestro Alfredo Pires, 391 Telefone: 3934 6403 Horário: 7h às 17h
Unidade Básica Distrital de Saúde (UBDS) Castelo Branco

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Local: Rua Dom Luis do A. Mousinho, 3.300 Telefone: 3627-8488 Horário: 7h às 19h
Centro Médico Social Comunitário (CMSC) Vila Lobato

Local: Rua João Alves Pereira, 175 Telefone: 3630-0006 Horário: 7h às 17h
Unidade de Saúde da Família (USF) Vila Albertina

Local: Rua Apeninos, 941 Telefone: 3976-3010 Horário: 7h às 17h
Unidade de Saúde da Família (USF) Jardim Jamil Cury / Portal do Alto Local: Rua Pedro de Freitas Alves, 340 Telefone: 3639-5621 Horário: 7h às 17h
Unidade de Saúde da Família (USF) Maria Casagrande Lopes

Local: Rua Paulo Gerardi, 350 Telefone: 3976-1595 Horário: 7h às 17h
Unidade Básica de Saúde (UBS) Vila Recreio

Local: Rua Tabatinga, 320 Telefone: 3976-3238 Horário: 7h às 20h
Unidade Básica de Saúde (UBS) José Sampaio

Local: Rua Elydio Vieira de Souza, 50 Telefone: 3639-0063 Horário: 7h às 19h
Unidade Básica de Saúde (UBS) Presidente Dutra

Local: Rua Carolina Maria de Jesus, 365 Telefone: 3976-2030 Horário: 7h às 17h
Unidade Básica de Saúde (UBS) Jardim Paiva

Local: Rua Francisco Peixoto, 195 Telefone: 3966-4658 Horário: 7h às 17h
Centro de Saúde Escola (CSE) Ipiranga

Local: Avenida Dom Pedro I, 753 Telefone: 3630-0032 Horário: 7h às 17h
Unidade Básica de Saúde (UBS) Dom Mielle

Local: Rua Cecílio Elias Seba, 139 Telefone: 3639-0782 Horário: 7h às 17h
Unidade de Saúde da Família (USF) Jardim Marchesi

Local: Rua Professor Renato Jardim nº 925 Telefone: 3636-3280 Horário: 7h às 17h
Unidade Básica de Saúde (UBS) Parque Ribeirão Preto

Local: Rua Guy Saad Salomão, 225 Telefone: 3919-4300 Horário: 7h às 21
Unidade Básica de Saúde (UBS) Jardim Maria das Graças

Local: Rua Cruz e Souza, 3170 Telefone: 3919-3983 Horário: 7h às 17h
Unidade Básica de Saúde (UBS) Jardim Maria das Graças

Local: Rua Cruz e Souza, 3170 Telefone: 3919-3983 Horário: 7h às 17h
Unidade Básica de Saúde (UBS) Adão do Carmo Leonel

Local: Rua Antônio Vicco, 201 Telefone: 3919-3034 Horário: 7h às 17h
Unidade de Saúde da Família (USF) Jardim Zara

Local: Rua Stéfano Barufi, 1639 Telefone: 3967-7898 Horário: 7h às 17h
Unidade Básica de Saúde (UBS) Vila Abranches

Local: Rua Maria Abranches de Faria, 550 Telefone: 3965-2655 Horário: 7h às 19h
Unidade Básica de Saúde (UBS) São José

Local: Rua Madre Maria Teodora Voiron, 110 Telefone: 3617-0307 Horário: 7h às 17h
Unidade Básica de Saúde (UBS) Bonfim Paulista

Local: Rua Azarias Vieira de Almeida, 620 Telefone: 3972-3302 / 3972-0109 Horário: de segunda a sexta-feira, das 7h às 21h, e aos sábados, das 8h às 18h
Unidade Básica de Saúde (UBS) Santa Cruz

Local: Rua Triunfo, 1070 Telefone: 3916-1122 Horário: 7h às 17h
Unidade Básica de Saúde (UBS) Vila Mariana

Local: Rua Ribeirão Preto, 1.070 Telefone: 3626-7400 Horário: 7h às 17h
Unidade Básica Distrital de Saúde (UBDS) Vila Virgínia

Local: Rua Franco da Rocha, 1270 Telefone: 3919-9140 / 3919-4400 Horário: 24 horas
Unidade Básica de Saúde (UBS) Jardim Juliana

Local: Avenida Dr. Marcos Antônio Macário dos Santos, 602 Telefone: 3965-6141 Horário: 7h às 19h
Unidade Básica de Saúde (UBS) Simioni

Local: Rua Antônio Augusto Carvalho, 672 Telefone: 3638-0015 Horário: 7h às 17h
Unidade de Saúde da Família (USF) Paulo Gomes Romeo
Local: Rua Victor João Castania, 960 Telefone: 3919-1919 Horário: 7h às 17h
Unidade Básica de Saúde (UBS) Vila Tibério

Local: Rua 21 de Abril, nº. 779 Telefone: (16) 3630-6964 Horário: 7h às 17h
Unidade Básica de Saúde (UBS) Jardim João Rossi

Local: Av. Independência, nº.4.315 Telefone: (16) 3911-3616 Horário: 7h às 17h
Unidade Básica de Saúde (UBS) Ribeirão Verde

Local: Rua João Toniolli, nº. 3461 Telefone: (16) 3996-2100 Horário: 7h às 21h
Unidade Básica de Saúde (UBS) Jardim Aeroporto

Local: Estrada Antônia Mugnato Marinceck, nº. 994 Telefone: (16) 3626-7964 Horário: 7h às 17h
Unidade Básica de Saúde (UBS) Quintino Facci I

Local: Rua César Montagnana, nº. 35 Telefone: (16) 3626-5588 Horário: 7h às 17h
Unidade Básica de Saúde (UBS) Marincek

Local: Rua Roberto Michellin, s/nº Telefone: (16) 3976-3030 Horário: 7h às 17h
Unidade Básica Distrital de Saúde (UBDS) Distrital Norte

Local: Rua Bruno Pelicani, nº. 70 Telefone: (16) 3974-8007 e (16) 3974-8009 Horário: 24h
Unidade Básica Distrital de Saúde (UBDS) Central (não vacina crianças)

Local: Avenida Jerônimo Gonçalves, nº. 466 Telefone: (16) 3605-5000 e (16) 3605-5025 Horário: 24h
Centro de Saúde Escola (CSE) Vila Tibério

 

Local: Rua Gonçalves Dias, nº. 790 Telefone: (16) 3931-2325 Horário: 7h às 17h
Centro de Referência em Especialidades Central Central (não vacina crianças)

Local: Rua Prudente de Moraes, nº. 35 Telefone: (16) 3632-2664 Horário: 7h às 17h

A vacina permite a proteção contra os vírus A(H1N1), H3N2 e influenza B. Como os vírus são mutantes, a composição da vacina é feita somente depois da indicação da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre as cepas (variações dos vírus) que circularam com mais frequência nos últimos meses na região. Segundo a OMS, em 2016 a cepa do vírus A(H1N1) foi alterada, o que levou à produção de uma nova composição para a campanha deste ano.

Cerca de 60 milhões de doses serão distribuídas aos postos da rede pública de saúde. O Ministério da Saúde espera que pelo menos 54 milhões de pessoas sejam imunizadas até o dia 26 de maio, prazo final da campanha. O dia D da mobilização será em 13 de maio.

O principal objetivo da campanha é reduzir as hospitalizações e a ocorrência de mortes relacionadas à influenza. Segundo o Ministério da Saúde, estudos demonstram que a vacinação pode reduzir entre 32% e 45% o número de internações por pneumonia e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da gripe. Em 2016, o país registrou a maior incidência dos casos de gripe desde a pandemia iniciada em 2009. Mais de 2.200 pessoas morreram no ano passado por problemas relacionados à gripe. De janeiro a abril deste ano ocorreram 48 mortes.

Apesar de a incidência de casos estar num ritmo bem menor do que o registrado no ano passado, o Ministério da Saúde alerta para a necessidade de se vacinar o quanto antes e garantir que a proteção seja efetiva no período de maior vulnerabilidade, o inverno. Além de buscar a imunização, o Ministério recomenda que a população lave as mãos várias vezes ao dia, cubra o nariz e a boca ao tossir e espirrar, evite tocar o rosto, não compartilhe objetos de uso pessoal, mantenha os ambientes bem ventilados e evite a permanência em locais com aglomeração.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Colégio Metodista suspende atividades em Ribeirão Preto

Instituição contava com 122 anos de atuação na cidade encerra atividades por conta da situação financeira da instituição de ensino. A economia vemos depois.

O fundo do posso sem fundo: Fiocruz indica atenção com dengue

Períodos chuvosos atrelados ao calor são favoráveis à proliferação do Aedes aegypti, que é também transmissor do vírus da zika e chikungunya.

Mãe do presidente Jair Bolsonaro morre aos 94 anos

De Uma família humilde do interior de São Paulo, dona Olinda, partiu mas pode ver os feitos do filho. Nossos sentimentos ao @jairmessias.bolsonaro

Coronavac é liberada e SP confirma dose para crianças em até 3 semanas

Eles garantem que o medicamento é seguro, e casos de mortes não são relacionados com a picada salvadora. Se ele garante nós acreditamos na ciência.

Criança de 10 anos infartou depois da picada mas o motivo não foi a vacina

Prefeitura diz que criança teve parada cardíaca após vacina, mas estado rapidamente concluiu que criança tinha doença rara no coração que os pais não sabiam. E nós acreditamos no trancarua
- PUBLICIDADE -