InícioSaúdeFibrose Cística: Doença do beijo salgado

Fibrose Cística: Doença do beijo salgado

- continua após a publicidade -

Segundo a ABRAM (Associação Brasileira de Assistência à Mucoviscidose), a fibrose cística é uma doença genética e crônica que afeta principalmente os pulmões, pâncreas e o sistema digestivo. Ficou conhecida popularmente como doença do beijo salgado devido ao excesso de sal no suor dos portadores da doença. Geralmente, os pais conseguem identificar que o suor do bebê é concentradamente mais salgado que o habitual.

A ABRAM destaca ainda que a fibrose cística é a doença genética grave mais comum na infância. Os pulmões são os mais afetados, pois o gene defeituoso produz muco de 30 a 60 vezes mais espesso que o normal, o que facilita e muito o desenvolvimento de inflamações e infecções pulmonares.

O pâncreas também é diretamente afetado pela doença. As enzimas digestivas não conseguem chegar ao intestino. E, o corpo humano precisa dessas enzimas para digerir e aproveitar os nutrientes dos alimentos. Por isso, portadores de fibrose cística precisam – por toda a vida – repor essas enzimas através de medicação juntamente com a ingestão de alimentos em cada refeição.

E, toda essa rotina de tratamentos, medicações e cuidados é vivida pela jovem Camila Ruiz. Com apenas 15 anos, Camila já passou por diversas internações em hospitais por complicações da doença. “A Camila foi diagnosticada com fibrose cística quando era ainda bebê, o que foi crucial para o tratamento e a sobrevivência dela. Antigamente, muitas crianças eram diagnosticadas muito tarde e não sobreviviam, pois o tratamento adequado é o fator determinante entre a vida e a morte de portadores de fibrose cística. Hoje em dia, a doença é identificada através do teste do pezinho. Assim, ainda recém-nascidos, se identificada a doença, já é possível iniciar os cuidados necessários com a doença”, com Marlene Ruiz, mãe da jovem.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

“O tratamento não é fácil. São muitas medicações todos os dias e muitos cuidados, o que torna o dia dela muito cansativo. Mas, felizmente, há um bom tempo estamos mantendo a doença controlada. Apesar de ser uma doença que não tem cura, a cada dia conseguimos melhorar a qualidade de vida dela. Todo o tratamento é muito caro, são medicações importadas, mas grande parte é fornecida pelo governo estadual através da portaria de acesso às medicações de alto custo”, completa.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Cerca de 40 mil pessoas não retornaram para receber a segunda dose da vacina contra Covid-19

Dados são Vigilância Epidemiológica, que conclama a população a procurar os postos de vacinação e manter o controle da doença

“Concertos Internacionais” apresenta homenagem a Astor Piazzolla

Concerto será transmitido no dia 23 de outubro, às 19h, como parte das comemorações de 91 anos do Theatro Pedro II

Nogueira quer que você receba agua do Rio Pardo nas torneiras

Hoje a agua do DAERP é do aquífero guarani, uma agua mineral será substituída por aguas do Rio Pardo. Você aprova esta mudança?

Atenção: Alerta para tentativa de golpe contra aposentados

Instituto de Previdência orienta beneficiários a não informar dados pessoais ou bancários

Ditador Moraes manda prender e extraditar Allan dos Santos

Se não estamos vivendo em uma ditadura do judiciário, o que se compara com atitudes destes loucos? Maduro, Chaves, Alexandre de Moraes...
- PUBLICIDADE -