InícioSaúdeBomba: EMA agencia Europeia de saude nega indicaçao de picada para todos

Bomba: EMA agencia Europeia de saude nega indicaçao de picada para todos

Em 29 de novembro de 2023, a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) emitiu uma nota informativa indicando que a vacina contra a COVID-19 da Pfizer-BioNTech só deve ser administrada a pessoas com mais de 60 anos e com prescrição médica.

- continua após a publicidade -

Em 29 de novembro de 2023, a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) emitiu uma nota informativa indicando que a vacina contra a COVID-19 da Pfizer-BioNTech só deve ser administrada a pessoas com mais de 60 anos e com prescrição médica.

Em 29 de novembro de 2023, a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) emitiu uma nota informativa indicando que a vacina contra a COVID-19 da Pfizer-BioNTech só deve ser administrada a pessoas com mais de 60 anos e com prescrição médica. A EMA também recomendou que a vacina seja administrada em duas doses, com intervalo de 21 dias entre elas.

A decisão da EMA foi tomada com base nos dados disponíveis sobre a eficácia e segurança da vacina. Os dados mostram que a vacina é eficaz na prevenção de casos graves de COVID-19 em pessoas com mais de 60 anos, mas não há dados suficientes sobre sua eficácia em pessoas mais jovens.

A EMA também observou que a vacina pode causar alguns efeitos colaterais, como dor no local da injeção, febre e fadiga. Esses efeitos colaterais são geralmente leves e desaparecem por conta própria em alguns dias.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

A nota informativa da EMA recomenda que os profissionais de saúde avaliem cuidadosamente os riscos e benefícios da vacina antes de administrá-la a pessoas com menos de 60 anos.

No Brasil, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ainda não se manifestou sobre a decisão da EMA. No entanto, é provável que a Anvisa siga as recomendações da EMA.

A seguir, estão os principais pontos da nota informativa da EMA:

  • A vacina contra a COVID-19 da Pfizer-BioNTech só deve ser administrada a pessoas com mais de 60 anos e com prescrição médica.
  • A vacina deve ser administrada em duas doses, com intervalo de 21 dias entre elas.
  • A vacina é eficaz na prevenção de casos graves de COVID-19 em pessoas com mais de 60 anos, mas não há dados suficientes sobre sua eficácia em pessoas mais jovens.
  • A vacina pode causar alguns efeitos colaterais, como dor no local da injeção, febre e fadiga. Esses efeitos colaterais são geralmente leves e desaparecem por conta própria em alguns dias.
  • Os profissionais de saúde devem avaliar cuidadosamente os riscos e benefícios da vacina antes de administrá-la a pessoas com menos de 60 anos.

A EMA emitiu a nota informativa sobre a vacina contra a COVID-19 da Pfizer-BioNTech por dois motivos principais:

  • Eficácia: os dados disponíveis sobre a eficácia da vacina em pessoas com menos de 60 anos são insuficientes para garantir que a vacina seja eficaz na prevenção de casos graves da doença.
  • Segurança: a vacina pode causar alguns efeitos colaterais, como dor no local da injeção, febre e fadiga. Esses efeitos colaterais são geralmente leves e desaparecem por conta própria em alguns dias, mas podem ser mais graves em pessoas mais jovens.

A EMA recomenda que os profissionais de saúde avaliem cuidadosamente os riscos e benefícios da vacina antes de administrá-la a pessoas com menos de 60 anos.

Em particular, a EMA observou que:

  • Os dados disponíveis sobre a eficácia da vacina em pessoas com menos de 60 anos são limitados e não permitem concluir com segurança se a vacina é eficaz na prevenção de casos graves da doença.
  • Os dados disponíveis sobre a segurança da vacina em pessoas com menos de 60 anos mostram que a vacina pode causar alguns efeitos colaterais, como dor no local da injeção, febre e fadiga. Esses efeitos colaterais são geralmente leves e desaparecem por conta própria em alguns dias, mas podem ser mais graves em pessoas mais jovens.

Com base nessas informações, a EMA decidiu que a vacina só deve ser administrada a pessoas com mais de 60 anos e com prescrição médica.

No Brasil, a Anvisa ainda não se manifestou sobre a decisão da EMA. No entanto, é provável que a Anvisa siga as recomendações da EMA.

Nota na integra:

Nota informativa sobre a vacina contra a COVID-19 da Pfizer-BioNTech

29 de novembro de 2023

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) emitiu uma nota informativa sobre a vacina contra a COVID-19 da Pfizer-BioNTech. A nota recomenda que a vacina só seja administrada a pessoas com mais de 60 anos e com prescrição médica.

A decisão da EMA foi tomada com base nos dados disponíveis sobre a eficácia e segurança da vacina. Os dados mostram que a vacina é eficaz na prevenção de casos graves de COVID-19 em pessoas com mais de 60 anos, mas não há dados suficientes sobre sua eficácia em pessoas mais jovens.

A EMA também observou que a vacina pode causar alguns efeitos colaterais, como dor no local da injeção, febre e fadiga. Esses efeitos colaterais são geralmente leves e desaparecem por conta própria em alguns dias.

A nota informativa da EMA recomenda que os profissionais de saúde avaliem cuidadosamente os riscos e benefícios da vacina antes de administrá-la a pessoas com menos de 60 anos.

Recomendações da EMA

  • A vacina contra a COVID-19 da Pfizer-BioNTech só deve ser administrada a pessoas com mais de 60 anos e com prescrição médica.
  • A vacina deve ser administrada em duas doses, com intervalo de 21 dias entre elas.
  • A vacina é eficaz na prevenção de casos graves de COVID-19 em pessoas com mais de 60 anos, mas não há dados suficientes sobre sua eficácia em pessoas mais jovens.
  • A vacina pode causar alguns efeitos colaterais, como dor no local da injeção, febre e fadiga. Esses efeitos colaterais são geralmente leves e desaparecem por conta própria em alguns dias.
  • Os profissionais de saúde devem avaliar cuidadosamente os riscos e benefícios da vacina antes de administrá-la a pessoas com menos de 60 anos.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Chamaram Damares de louca por denunciar, mas hoje aos poucos a verdade vem sendo apresentada

As denúncias de exploração infantil na Ilha de Marajó, no Pará, têm sido motivo de grande preocupação e discussão, especialmente após a corajosa denúncia feita pela cantora gospel Aymeê durante sua participação no reality show Dom Reality.

🎭🤣 “4 Amigos – Fila de Piadas”: Uma Noite de Diversão Garantida no Theatro Pedro II

Prepare-se para uma noite de muitas risadas com os "4 Amigos" - Dihh Lopes, Thiago Ventura, Afonso Padilha e Márcio Donato! Celebrando 10 anos de sucesso, o maior grupo de stand-up do Brasil

🎶🌟 Flávio Venturini – Coração a Dentro: Uma Jornada Musical Inesquecível no Theatro Pedro II

Prepare-se para uma noite memorável com Flávio Venturini, um dos maiores talentos da música brasileira! Em "Coração a Dentro", Venturini nos conduz por uma viagem emocionante através de sua carreira de quase 45 anos

🎸🌻 IRA Folk: Uma Noite Intimista com Nasi e Edgard Scandurra no Theatro Pedro II!

No dia 30/08/24, sexta-feira, às 20h, prepare-se para uma experiência única com o espetáculo "IRA Folk" no prestigiado Theatro Pedro II. Nasi e Edgard Scandurra retornam aos palcos com um formato inédito

🎩✨ Magic! de volta ao Brasil: uma noite mágica no Theatro Pedro II

No dia 11/04/24, quinta-feira, a partir das 20h, prepare-se para uma experiência única com o espetáculo "Magic!" no prestigiado Theatro Pedro II.
- PUBLICIDADE -