InícioRegiãoRMRPRegião Metropolitana de Ribeirão deve reduzir o custo de pedagio entre as...

Região Metropolitana de Ribeirão deve reduzir o custo de pedagio entre as cidades

- continua após a publicidade -

Quando a Região Metropo­litana de Ribeirão Preto (RMRP) estiver instalada, com todos os órgãos adminis­trativos funcionando, o que está previsto somente para março de 2017.

Integração das cidades poderá servir de justificativa para reduzir tarifas de pedágios regionais, como é o caso das praças de Sertãozi­nho e São Simão.

A expectativa é do depu­tado estadual Léo Oliveira que se baseia no exemplo eficiente da Região Metropolitana de Campinas. Lá, o pedágio en­tre Jaguariúna e Campinas, por exemplo, foi implantado o sistema “Ponto a Ponto” de cobrança. Os motoristas, que percorrem o pequeno trecho, com regularidade, se cadas­traram na concessionária e só pagam pelos quilômetros percorridos. Assim, o valor cai pela metade.

O parlamentar protoco­lou, nesta sexta-feira, 1º, do­cumento ao secretário de Transportes e Logística do Estado de São Paulo, José Alberto Macedo Filho, so­bre o assunto. Sendo aceita, a medida poderá beneficiar milhares de pessoas, princi­palmente trabalhadores, que usam trechos de cerca de 20 km diariamente, ida e volta para trabalho.

“Vencemos a missão de tirar nossa Região Metropoli­tana do papel, agora é colocar as melhorias em prática. A im­plantação do Ponto a Ponto, será muito importante. Além desse contato com a Secre­tária de Transportes, também vou articular junto ao governo, Artesp e Concessionárias”, fri­sou Oliveira.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

 

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Oficinas e cursos gratuitos em Ribeirão Preto

Há oportunidades para atividades de música, dança, teatro, artes plásticas e circenses. Confira vagas por unidade e saiba como fazer a inscrição.

240 oportunidades de emprego em Ribeirão e Sertãozinho

Entre as vagas há opções como ajudante de produção, auxiliar administrativo, motorista, vendedor, cuidador de idosos, padeiro, cabeleireiro e manicure.

A economia a “gente vê depois” leva mais de 2 milhões a extrema pobreza

Pelo menos 2 milhões de famílias brasileiras tiveram a renda reduzida e caíram para a extrema pobreza entre janeiro de 2019 e junho deste...

Quem foi vacinado com coronavac continua proibido de entrar em países que aceitam turistas

A santa medicação do Doria, continua proibida em vários países que já abriram suas fronteiras. E como ficam os imunizados que precisam viajar?

‘Sofrimento global’ faz buscas por ajuda emocional e prevenção ao suicídio aumentarem

Psicológicos relatam aumento de transtornos alimentares e psicológicos na pandemia e falam em ‘crises potencializadas’; Centro de Valorização da Vida registrou 147 mil atendimentos a mais apenas em 2020
- PUBLICIDADE -