Início Região Casa Branca Operação combate fraudes ao INSS em Casa Branca e região

Operação combate fraudes ao INSS em Casa Branca e região

- continua após a publicidade -

O juiz federal Mário de Paula Franco Júnior, da 9ª Vara Federal de Campinas, autorizou a deflagração nesta terça-feira, 31, da “Operação Hipócritas – A Face 9”, realizada pelo Ministério Público Federal, em conjunto com a Polícia Federal, com o objetivo de desvendar um suposto esquema criminoso envolvendo corrupção de peritos, médicos peritos judiciais, assistentes técnicos e advogados em processos que tramitam na Justiça do Trabalho.

A operação consistiu no cumprimento simultâneo de mandados de prisão preventiva, mandados de condução coercitiva, mandados de busca e apreensão, além de quebras de sigilo fiscal, telefônico e telemático dos envolvidos, e prendeu pelo menos 3 pessoas suspeitas.

Segundo o MPF, as investigações demonstraram que peritos judiciais, em conluio com assistentes técnicos e advogados, fraudaram, mediante o pagamento de propina, laudos apresentados em processos da Justiça do Trabalho de Campinas, Americana, Guarulhos, São Paulo, Campinas, Indaiatuba, Jaguariúna, Barueri, Piracicaba, São Bernardo do Campo, Jundiaí, Sumaré, Limeira, Casa Branca, Valinhos, Paulínia, São Roque, Bragança Paulista, Itu, Sorocaba e São Caetano do Sul, fazendo com que as empresas reclamadas ficassem “livres” do pagamento de indenizações decorrentes de acidente do trabalho.

“Em muitos casos, o perito judicial, mesmo reconhecendo a incapacidade laboral dos trabalhadores, atestava no laudo sua plena capacidade laborativa, exonerando a empresa de qualquer responsabilidade. Em razão da quebra do sigilo telemático, foram identificadas várias contas de e-mail nas quais foi possível constatar o prévio acerto das conclusões dos laudos periciais e o pagamento de propinas”,

informa em nota o Núcleo de Comunicação Social da Justiça Federal de 1º Grau em São Paulo.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Sobre o nome da operação

“O nome da operação decorre da alusão ao juramento de Hipócrates, pai da medicina, nascido na Grécia antiga, 450 a.C., geralmente proferido pelos graduados em medicina no dia da formatura, quando assumem solenemente exercer a medicina honestamente e não causar mal a outrem. Fez-se alusão, ainda, à hipocrisia dos investigados que, através de mensagens, reclamavam da prática sistemática de corrupção em nível nacional”,

informa o órgão.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Amigos do prefeito: Vereadores que não foram reeleitos conseguem cargos na administração

Como diz o ditado. " quem tem padrinho não morre pagão". Vereadores amigos de Nogueira conseguem uma boquinha

Após Faustão, William Bonner pede para sair

Sem dinheiro publico, a Globo não sabe o que fazer para manter seu elenco, e pelo visto vai faltar alguém para apagar a luz

Ultimo dia para inscrições em oficinas de Qualificação gratuitas

As oficinas, com início previsto para 1º de fevereiro, acontecem na Avenida Dom Pedro I

Ribeirão Preto vacinou apenas 4,4 mil servidores da saúde

Neste ritmo para que apenas funcionários da saúde recebam a primeira dose será necessário 45 dias. Cidade possui 32 mil profissionais da saúde

COMUNICADO: Museu Casa de Portinari

Seguindo as recomendações do Plano São Paulo, do Governo do Estado de São Paulo, o Museu Casa de Portinari instituição da Secretaria de Cultura...
- PUBLICIDADE -