InícioRegiãoAraraquaraMulher é encontrada morta teve olhos arrancados entre outros sinais de tortura

Mulher é encontrada morta teve olhos arrancados entre outros sinais de tortura

- continua após a publicidade -

O corpo de uma mulher foi encontrado na tarde de hoje,(30) por uma pessoa que caminhava pelo local.
A vítima foi identificada como Tereza Margiotti, 57 anos estava amarrada e teve olhos arrancados, sinais de furos nos braços e no rosto.

A vítima, que segundo a polícia morava no bairro em Araraquara, e costumava frequentar o local, saiu de casa pela manhã para caminhar no parque durante a manhã e não retornou. Tereza Margiotti foi encontrada por um idoso que também costuma visitar o espaço.

No inicio da noite
Um homem foi detido suspeito de envolvimento no assassinato da aposentada Tereza Margiotti.

O suspeito estava em casa, com ele a polícia teria encontrado facas debaixo de um colchão e o celular da vitima.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

O homem já possui uma condenação por homicídio, além de tráfico de drogas e receptação, além de ter sido internado recentemente em uma clínica psiquiátrica.

A vitima foi coberta por folhagens, mas sem roupas, amordaçada e com diversos ferimentos.

A Perícia deve determinar em um laudo, se houve violência sexual.

Araraquara esta chocada com a brutalidade do caso.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Justiça obriga Globo a publicar direito de resposta a Ana Paula Henkel por ofensas proferidas por Walter Casagrande

Casagrande publicou texto alegando que "uma pessoa intragável, prepotente, arrogante, defensora de armas, que se disfarçou de jogadora de vôlei"

Saúde distribui mais 10 milhões de vacinas para todo o país

De acordo com a pasta, serão distribuídas 4,8 milhões de doses da AstraZeneca, 3,3 milhões da Coronavac e 2,1 milhões da Pfizer.

Oportunidade de emprego: Ribeirão Preto tem 330 vagas em diversas áreas

Confira as opções das funções para vagas e formas de entrar em contato com o contratante. Compartilhe e marque amigos que procuram emprego.

Rayssa Leal, a Fadinha, fatura prata no skate street em Tóquio 2020

Com apenas 13 anos atleta é a mais jovem na história a conquistar uma medalha para o país

De virada Fogão vence o Ituano e cola no G-4

Com a vitória, o Pantera chegou a 16 pontos —mesma pontuação do Ituano, quarto colocado
- PUBLICIDADE -