Início Região Araraquara Dois são presos com mais de 6 quilos de crack em Araraquara

Dois são presos com mais de 6 quilos de crack em Araraquara

- continua após a publicidade -

Dois marginais um de 26 e outro de 28 anos foram presos em flagrante por tráfico de drogas e formação de quadrilha em Araraquara, no final da noite de ontem (23).
Mais de 6 quilos de crack foram apreendidos.

De acordo com a Polícia Militar, os militares chegaram ao local após denúncias e flagraram o rapaz mais novo pulando o muro do imóvel. Ele foi detido, assim como o comparsa, que não sabia da presença da polícia e chegou minutos depois.

Dentro da área de lazer os policiais encontraram mais de 6 quilos de crack, além de uma porção de cocaína, câmera fotográfica, um cheque no valor de R$ 1 mil, material para preparo e embalo da droga.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

À a dupla contou que a droga veio de Ribeirão Preto e seria comercializada em Araraquara.
Mais dois moradores da Cadeia de São Carlos.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Odebrecht fez pagamentos a Toffoli, denuncia Marcelo Odebrecht à PGR

Marcelo Odebrecht e os demais diretores da empresa sempre se referiam a Toffoli como “amigo de Adriano” ou “amigo de AM (Adriano Maia)”

Gol de Bolsonaro: SBT acerta transmissão da final do carioca, Flamengo e Fluminense

O SBT alcançou a sua maior audiência na história da emissora até então com a transmissão da final da Copa do Brasil, decidida por Corinthians e Grêmio

Divirta-se com os melhores tweets do MBL tratando Ayan como um guru

Com a prisão de Luciano Ayan por suspeita de lavagem de dinheiro, separamos os melhores do tweets em que mblistas idolatram o prisioneiro.

Ribeirão Preto tem leitos sobrando na rede privada e deveria contratar com urgência

Presidente da entidade diz que hospitais de campanha são um erro estratégico e que Ribeirão Preto vive o cenário já experimentado por Manaus

Preso por lavagem de dinheiro do MBL teve cargo no governo Doria

Os presos Alessander Mônaco e Carlos A. de Moraes Afonso são investigados por ocultação de patrimônio, além de lavagem de dinheiro.
- PUBLICIDADE -