InícioPolíticaZUCOLOTO é o presidente da CEE dos 28,35%

ZUCOLOTO é o presidente da CEE dos 28,35%

- continua após a publicidade -

Com a presidência do vereador Renato Zucoloto (PP), será instalada nesta quinta-feira (16 de março), uma Comissão Especial de Estudos que avalia a interrupção no pagamento das parcelas referentes aos 28,35% de defasagem salarial dos servidores municipais que ingressaram no serviço público antes do mês de março de 1990. Esse índice diz respeito à uma ação movida pelo sindicato dos servidores de Ribeirão Preto, requerendo as perdas causadas pelo antigo “Plano Collor”.

O objetivo dessa CEE proposta pelo vereador Renato Zucoloto e mais quatro parlamentares (Alessandro Maraca, André Trindade, Marinho Sampaio e Maurício Gasparini), é criar um canal direto de comunicação entre a prefeitura e os servidores para que haja um entendimento entre as partes, uma vez que a justiça já decidiu pela procedência do pedido, tendo sido questionado pelo município o acordo firmado em 2012, razão pela qual decidiu o tribunal pela suspensão, por 90 dias, do pagamento das parcelas, para que pudesse ser apurado o “quantum” devido.

“Queremos e precisamos abrir um canal de comunicação entre governo e servidores. E para que isso aconteça, não há lugar melhor do que o poder legislativo em razão da absoluta isenção nesse caso. Tenho certeza de que será possível haver uma ponderação entre as duas partes para chegarmos a um acordo que satisfaça ambos os lados”, explicou o vereador Renato Zucoloto.

Levando em consideração uma liminar da Justiça do Rio de Janeiro, que proíbe 26 bancos de descontarem consignados de servidores estaduais de todo o país, o que é um precedente importante, o vereador Renato Zucoloto pretende lutar para que o mesmo aconteça aqui em Ribeirão Preto com as cobranças de créditos consignados dos três mil servidores que não estão recebendo as parcelas referentes aos 28,35% e, por essa razão, obviamente não têm condições de arcar com os compromissos financeiros.

“A matemática é muito simples: Se você não recebe, não tem como pagar. Portanto, para os servidores que optaram pelo crédito consignado, nada mais justo que as instituições bancárias interrompam as cobranças enquanto esses trabalhadores não voltem a receber”, concluiu o vereador Renato Zucoloto.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

A população insistem em votar errado e Ramon Faustino (Psol) continua sendo processado

Nova audiência foi marcada para o dia 06 de outubro, para ouvir o depoimento das ex-assessoras

Centro de Qualificação prorroga inscrições para cursos gratuitos

São 278 vagas disponíveis com inscrições online até 29 de setembro com barbearia, informática básica, excel, word básico, jardinagem e paisagismo e muitos outros

Circuito SP promove atração gratuita no Teatro Municipal

Peça mostra o encontro da Rainha Elizabeth I com o dramaturgo William Shakespeare

Cruzamento em Ribeirão Preto recebe obra da artista Elisa Bracher

Obra está sendo instalada no cruzamento das avenidas João Fiusa e Independência; escultura deve ser inaugurada na quarta-feira, 28

Giorgia Meloni deve liderar Itália após vitória eleitoral da direita

Giorgia Meloni se tornará a primeira mulher premiê da Itália
- PUBLICIDADE -