InícioPolíticaEstado de calamidade pública leva R$ 3 bi do contribuinte nacional para...

Estado de calamidade pública leva R$ 3 bi do contribuinte nacional para o RJ

- continua após a publicidade -

A decretação foi a saída proposta pelo Rio para contornar a proibição de contrair novos empréstimos.
Os repasses estavam bloqueados por lei desde maio, quando o Estado anunciou um calote na Agência Francesa de Desenvolvimento.
Com a medida, receberá ajuda federal que lhe permitirá concluir obras e serviços ligados aos Jogos Olímpicos.

“Esse decreto tem o objetivo de chamar a atenção de toda a sociedade do Rio para o estado de calamidade pública em que vivemos, abrindo caminho para que possamos tomar medidas muito duras no campo financeiro”, disse o governador interino, Francisco Dornelles (PP), sem detalhar essas ações a tomar.

Os termos do decreto foram negociados em jantar entre Dornelles e Temer no Palácio do Jaburu, em Brasília, na noite de quinta (16). ( veja sobre o estado de calamidade)

Segundo Dornelles, ele pediu tropas federais para a época das eleições. “Pedimos também ajuda para a finalização do metrô e para todas as áreas de mobilidade”.

O socorro federal é estimado em mais de R$ 2,9 bilhões, e deve ser destinado à conclusão da linha 4 do metrô e aos gastos extras com segurança nos Jogos.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

A população insistem em votar errado e Ramon Faustino (Psol) continua sendo processado

Nova audiência foi marcada para o dia 06 de outubro, para ouvir o depoimento das ex-assessoras

Centro de Qualificação prorroga inscrições para cursos gratuitos

São 278 vagas disponíveis com inscrições online até 29 de setembro com barbearia, informática básica, excel, word básico, jardinagem e paisagismo e muitos outros

Circuito SP promove atração gratuita no Teatro Municipal

Peça mostra o encontro da Rainha Elizabeth I com o dramaturgo William Shakespeare

Cruzamento em Ribeirão Preto recebe obra da artista Elisa Bracher

Obra está sendo instalada no cruzamento das avenidas João Fiusa e Independência; escultura deve ser inaugurada na quarta-feira, 28

Giorgia Meloni deve liderar Itália após vitória eleitoral da direita

Giorgia Meloni se tornará a primeira mulher premiê da Itália
- PUBLICIDADE -