Início Policial Homem usado como 'escudo' por assaltantes não resiste e morre

Homem usado como ‘escudo’ por assaltantes não resiste e morre

Vítima de 38 anos estava próxima ao veículo incendiado pela quadrilha armada que explodiu empresa de valores e trocou tiros com PMs na fuga.

Faleceu às 5h40 da manhã desta quarta-feira (6) o homem que se queimou durante o ataque à empresa Prosegur, na zona norte de Ribeirão Preto.

Ele teria se escondido embaixo de um carro para se proteger da troca de tiros intensa – foram mais de mil tiros, de acordo com a polícia, mas o veículo acabou pegando fogo.

Ubiratan Soares Berto, de 38 anos, estava próximo a um veículo usado pela quadrilha, que foi incendiado durante a fuga. Ele sofreu queimaduras por todo o corpo, foi internado na Unidade de Emergência do Hospital das Clínicas (HC-UE), mas não resistiu aos ferimentos.
Com isso, o número de mortos na ação cinematográfica na madrugada da segunda-feira (5) chega a dois.

O cabo Tarcísio Wilker Gomes, do 3º Batalhão de Polícia Militar Rodoviário, foi a primeira vítima.
Após troca de tiros na fuga da quadrilha pela rodovia Anhanguera, ele foi baleado e também morreu no Hospital das Clínicas.

Cabo Wilker estava há 14 anos na Polícia Militar, 13 deles no Policiamento Rodoviário. Ele foi enterrado na tarde da terça-feira (5), em Batatais, e deixou esposa e um filho de 8 anos.

“Por enquanto, sabemos que é um dos homens usados como escudo por eles. Um usuário de drogas que estava no local. É tudo o que sabemos sobre ele”, disse João Osinsky Junior, diretor do Departamento de Polícia Judiciária do Interior (Deinter 3).

Em nota, a Prosegur informou que nenhum funcionário se feriu no mega-assalto. Ainda de acordo com a empresa, o serviço de transporte de valores está operando normalmente na região de Ribeirão nesta quarta-feira.

“Com relação à estrutura física da sua base na cidade, a companhia aguarda o resultado da perícia técnica a ser realizada no local e, com base no laudo técnico oficial, tomará as medidas cabíveis”, diz o comunicado.

Na fuga, o grupo incendiou três dos 15 carros usados na ação. Próximo a um desses veículos estava Berto, que ficou ferido. A quadrilha também atirou contra dois policiais rodoviários que faziam um bloqueio na Rodovia Anhanguera. Um deles foi atingido na cabeça e morreu.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

.

Com parte do HC fechado e forte esquema de segurança, Doriavac inicia vacinação em Ribeirão Preto

A vacinação contra a Covid-19 em Ribeirão Preto começou às 9h desta terça-feira (19), no Hospital das Clínicas, campus.

Inscrições abertas para a Good News Theology School

Escola americana de teologia abre as inscrições de curso à distância para brasileiros.

Redes de varejo e serviços investem e fortalecem o processo de recuperação da economia em Ribeirão Preto

A perspectiva de crescimento da economia em 2021 está impulsionando a ampliação e o investimento de diversas redes de varejo e serviços.

Projeto Música Criança inspira jovens dentro de casa

Alegres pelas aulas não terem sido interrompidas, estudantes confirmam progresso na música e sucesso na adaptação para o formato digital.

MP aponta sobrepreço de R$ 723 mil em compras da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo

Governo de São Paulo teria gasto mais de R$ 700 mil reais acima do valor de mercado em máscaras de proteção sem licitação.