InícioPolicialDonos do Consórcio Anhanguera são presos pela Polícia Federal

Donos do Consórcio Anhanguera são presos pela Polícia Federal

- continua após a publicidade -

Ação ocorreu na última semana; justiça condenou os empresários a 13 anos de cadeia por lesão a consumidores.
A Polícia Federal de Ribeirão Preto prendeu na última semana dois empresários acusados pela justiça de lesar consumidores do consórcio que gerem.

O processo corria há mais de 20 anos, e os detidos tiveram negado o pedido de recorrer da decisão em liberdade.

Os empresários Denis Mansur e Marco Antônio Ortolan foram presos por crime de gestão fraudulenta na Anhanguera Administradora de Consórcios S/C Ltda, que atuava em Ribeirão Preto e Sertãozinho.

Na definição da pena aplicada consta que “os réus não subtraíram valores pertencentes a somente um consorciado, o que indicaria cabimento da pena mínima, mas sim de diversos consumidores dos planos de consórcio”.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Laranja – Está no processo um office-boy, que trabalhava para os réus e estava com doença grave, teriam se aproveitado da situação de dificuldade deste funcionário,  demonstrando assim um traço de personalidade calculista e indiferente ao drama humano atravessado pelo prestador de serviço.

Mansur declarou à época possuir mais de 500 funcionários e mais de dez empresas, entre as quais concessionárias das marcas Fiat, Renault e Nissan, além de uma locadora de veículos.

Já Ortolan alegou possuir rendimentos mensais de R$ 5.000. A Justiça confirmou que ele também era sócio de uma empresa de acabamentos e revestimentos e de uma locadora de veículos, além da Anhanguera.

os advogados tentam habeas corpus buscando a liberdade dos clientes. Liminar

 

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Nova data do Kiss em Ribeirão Preto – Dia 1º de maio de 2022

Os ingressos já adquiridos seguem válidos para a nova data, portanto, não há necessidade de troca ou substituição.

Inscrições para o Sisu começam nesta terça-feira

Prazo para o segundo processo seletivo de 2021 termina no dia 6

Oportunidade de 220 vagas de emprego para diversas áreas

De janeiro a junho deste ano, Ribeirão Preto registrou saldo de 6.955 novos registros em carteira de trabalho, ficando na 6º posição no Estado de São Paulo

GCM recebe 20 armas para uso em patrulhamento

Spark permite imobilizar o infrator sem a necessidade de uso de força
- PUBLICIDADE -