InícioMundoPolicial e suposto atirador morrem em tiroteio na Champs-Élysées

Policial e suposto atirador morrem em tiroteio na Champs-Élysées

- continua após a publicidade -

Um tiroteio ocorrido hoje (20) na Avenida Champs-Élysées, um dos lugares mais famosos de Paris, provocou duas mortes – a de um policial e do suposto autor dos primeiros disparos, segundo a rede de televisão BFMTV, que também informou que outro policial ficou ferido. As informações são da Agência EFE.

O tráfego na avenida foi fechado ao público. Um grande contingente policial está no local. Ainda de acordo a emissora, o tiroteio ocorreu perto da loja Mark and Spencer, por volta das 21h (16h no horário dede Brasília).

As autoridades não informaram o motivo do tiroteio, que aconteceu a três dias do primeiro turno das eleições presidenciais.

Embora ainda não se saiba as motivações do tiroteio, a investigação ficou sob a resposabilidade da seção antiterrorista da Promotoria de Paris.
Segundo a BFMTV, o autor dos disparos já tinha sido fichado pelos serviços de inteligência franceses como alguém “radicalizado”.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Seleção feminina de futebol bate a Zâmbia e pega o Canadá nas quartas

Invictas na competição, com vitória contra a China na estreia por 5 a 0 e empate com a Holanda por 3 a 3

FMI melhora previsão de crescimento do Brasil, para 5,3% em 2021

Previsão impulsionou estimativa de alta para América Latina e Caribe

Agressor terá que pagar gastos com tratamento a animal vítima de maus-tratos

Lei que responsabiliza autor de agressões a arcar com o custeio de cuidados é sancionada

Vacina: Profissionais de saúde entre 35 e 59 anos segunda dose

Serão disponibilizadas 4 mil vagas para vacinação que acontecerá na terça-feira, dia 3 de agosto

Homem completamente vacinado, voltou da China, ficou no hotel de quarentena e quando saiu descobriram que tinha Covid

Caso ocorreu na Austrália. A diretora de saúde, Jeannette Young, disse que ele teve três testes negativos antes de sair da quarentena.
- PUBLICIDADE -