Início Mundo Mais um inocente preso: Justiça peruana determina prisão de Kuczynski ex-presidente

Mais um inocente preso: Justiça peruana determina prisão de Kuczynski ex-presidente

- continua após a publicidade -

O juiz Jorge Chávez Tamariz, do Terceiro Juizado de Investigação Especializada, determinou a prisão preventiva do ex-presidente do Peru Pedro Pablo Kuczynski, por um período de 36 meses. PPK, como é conhecido o ex-presidente, é acusado de lavagem de dinheiro e organização criminosa contra o Estado, em processo sobre corrupção envolvendo a empreiteira brasileira Odebrecht.

Chávez Tamariz rejeitou, no entanto, o pedido do Ministério Público para encarceramento da secretária pessoal do ex-presidente, Gloria Kisic, e seu motorista, José Luís Bernaola. Eles, no entanto, deverão pagar multa e permanecer reclusos em casa.

Na última quarta-feira (17), o também ex-presidente Peru Alan García morreu após dar um tiro na cabeça ao receber ordem de prisão em sua casa, acusado de corrupção envolvendo a mesma Odebrecht.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

 

Ex-presidente do Peru se suicida após ordem de prisão no caso Odebrecht

 

*Com informações da Andina – Agência Peruana de Notícias

 

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Quem teve resfriado comum pode ter imunidade à COVID-19, diz estudo

De acordo com um estudo realizado na Alemanha, pacientes podem possuir imunidade caso já tenham sido infectadas por outros tipos resfriados mais amenos.

Entrevias doa ambulância ao HC de Ribeirão Preto para reforço no atendimento a pacientes

Unidade de emergência de suporte avançado será usada principalmente para fazer o traslado de pacientes entre os hospitais sob a gestão do HC

Justiça bloqueia R$ 11,3 milhões em bens de Geraldo Alckmin

Ex-governador tucano responde a uma ação penal por suposto caixa dois pago pela Odebrecht nas campanhas de 2010 e 2014

Ribeirão Preto deve pular para fase amarela. Veja o que pode funcionar

Com a diminuição de casos na região, e com o aumento de capacidade de atendimento em Ribeirão Preto, com boa vontade devemos saltar a fase laranja

14 anos da Lei Maria da Penha

Durante a pandemia, os casos de mulheres agredidas aumentaram consideravelmente, resultando em uma alta de 40% no Disque Denúncia somente no mês de abril
- PUBLICIDADE -