Início Lazer e Cultura Theatro Pedro II recebe espetáculo Rainhas do Orinoco

Theatro Pedro II recebe espetáculo Rainhas do Orinoco

- continua após a publicidade -

O espetáculo Rainhas do Orinoco, de Emilio Carballido e tradução de Hugo de Villavicenzio, chega aos palcos do Theatro Pedro II, neste sábado e domingo, dias 23 e 24 de julho. A comédia traz as personagens Mina e Fifi, duas atrizes de teatro musical que ganham a vida com shows pela América Latina.

Viajando em um barco pelo rio Orinoco, cantam e representam seus amores e seus sonhos em uma aventura repleta de lirismo, canções, drama e bom humor. No elenco: Walderez de Barros, Luciana Carnieli e Dagoberto Feliz.

Serviço – No sábado, dia 23, o espetáculo será apresentado às 21h. Já no domingo, dia 24, às 19h. A classificação é 10 anos.
Os ingressos estão sendo vendidos na bilheteria do Theatro Pedro II.
Valores – plateia e frisa: R$ 70 inteira e R$ 35 meia; balcão nobre: R$ 60 inteira e R$ 30 meia; balcão simples e galeria: R$ 50 inteira e R$ 25 meia.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -
- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -
- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Se­gre­gação: Ma­ga­zine Luiza só contratará ne­gros

Imagine uma loja dizendo “não contratamos negros, apenas brancos”. Isso é crime!, lei 7.716/89 art. 4º,§ 1º.

Lives do final de semana (19 e 20 de setembro)

Os shows presenciais e casas noturnas ainda estão proibidas, então a opção e separar a bebida e os petiscos e escolher a melhor opção

Nasce o Aliança o partido de Bolsonaro

Confira os documentos de petição e despacho. Vem ai o partido de direita que a esquerda tanto teme.

Hospital de Câncer de Ribeirão Preto inicia campanha para compra de novo mamógrafo

Equipamento atual tem mais de 10 anos e precisa de constantes manutenções que tem alto custo

Quais interesses estão em jogo? Lincoln Fernandes é mais um a desistir da prefeitura

Algo estranho e forças ocultas estão agindo nos bastidores, normalmente a luta é para ser candidato, mas este ano vários abandonam o barco. A pergunta é quais interesses?