Início Lazer e Cultura Peça infantil “As Memórias do Chapeleiro Maluco” será apresentado no Iguatemi Ribeirão...

Peça infantil “As Memórias do Chapeleiro Maluco” será apresentado no Iguatemi Ribeirão Preto

- continua após a publicidade -

a Feira do Livro de Ribeirão Preto, o Domingo é Dia de Teatro recebe “As Memórias do Chapeleiro Maluco”, no dia 21 de maio. A apresentação, realizada pela Cia Nuvenzinha Azul, acontece no Piso Superior (em frente à C&A), no Shopping Iguatemi Ribeirão Preto.

O Chapeleiro Maluco tem um livro mágico onde ele relata histórias secretas do País das Maravilhas, mas, certo dia, o diário sumiu e suas memórias começaram a desaparecer. Com a ajuda dos amigos Alice e Coelho Maluco, o sumiço misterioso será investigado.

Antes da apresentação, às 14h30, na Livraria Cultura, as crianças poderão participar de dinâmicas e atividades culturais com o tema relacionado à peça do dia.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Programe-se!

Domingo é Dia de Teatro – “As Memórias do Chapeleiro Maluco”

Quando: 21 de maio

Horários: 14h30 Livraria Cultura / 17h Piso Superior (em frente à C&A)

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -
- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Avenida Antônia Mugnatto Marincek recebe novas adequação

Via foi duplicada em mais de quatro quilômetros, recebeu ciclovia, cerca de 50 pontos de acessibilidade e nova sinalização

Construção da UPA do Ribeirão Verde tem local definido

A área institucional com 7.107 metros quadrados, além de melhor localizada, atende os requisitos necessários para construção da unidade de saúde.

INSS divulga calendário de pagamentos de benefícios em 2021

A autarquia divulgou o calendário de depósitos para todo o próximo ano.

Ministério vai buscar vacina de excelência, diz Pazuello no Congresso

Ele reafirmou que a população não será obrigada a se imunizar contra Coronavírus

Após 40 anos USP busca voluntários para testar vacina contra HIV

Estudo é desenvolvido em cooperação com instituições de outros países, 32,7 milhões morreram com a doença.