InícioLazer e CulturaMarp recebe exposição de artistas premiados no 41ª Sarp

Marp recebe exposição de artistas premiados no 41ª Sarp

- continua após a publicidade -

A partir desta sexta-feira, dia 7 de abril, começa a exposição “Premiados Sarp 2016” no Marp (Museu de Arte de Ribeirão Preto Pedro Manuel-Gismondi), que traz obras inéditas de Amanda Mei, Daniel Jablonski e Mano Penalva, os três artistas premiados no 41º Sarp (Salão de Arte de Ribeirão Preto Nacional – Contemporâneo). A exposição permanece no Marp até o dia 19 de maio.

O Marp é um espaço que incentiva a produção e difusão da cultura em Ribeirão Preto, para atingir uma representatividade cada vez mais expressiva no âmbito das artes visuais, além de projetos que visem à formação e discussão de arte, como palestras, bate-papos, workshops e acompanhamento da produção artística.

Para Nilton Campos, diretor do Marp, a exposição é um ganho que o Sarp oferece para Ribeirão Preto. “O museu tem uma agenda muito concorrida. Por isso, é importante que os artistas premiados possam ter uma data para apresentar um novo trabalho, um incentivo para a produção e difusão da cultura para a população”, afirma Nilton.

Amanda Mei

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Com o tema “O homem imitando a natureza ou a natureza dominando o homem?”, a artista mostra a dinâmica dos movimentos de transformação e destruição, a ideia de progresso e sobrevivência. Estes pontos se colocam como um pacto entre o homem e a natureza seja pelo embate dos diferentes materiais (madeira, papelão e concreto) com o espaço físico, da tinta com o papel, dos visitantes com as obras ou dos meios, técnicas, conceitos e linguagens artísticas envolvidas na prática do projeto.

Daniel Jablonski

Brazil – 2017 é uma exposição individual pensada como uma única instalação, que se desdobra em muitos formatos diferentes. Em sua maior parte, ela é composta de capturas de telas de filmes estrangeiros nos quais, por alguma razão desimportante, se menciona o Brasil. A ideia é desnudar um pouco o imaginário do Brasil nas outras culturas, quando ele aparece justamente apenas como um lugar distante, sem nenhuma importância real para a trama.

Mano Penalva

O artista explora a poesia obtida pelo deslocamento dos objetos de seu contexto cotidiano, trabalhando com diferentes mídias como pintura, fotografia, escultura e instalação. Sua produção engloba apropriações, nas quais desenvolve um estudo do objeto comum inserido na cultura, realizando uma longa coleta de artigos.

Seu trabalho traz reflexões sobre o caráter dos objetos, como eles transitam pelo mundo, as relações de troca e acordos comerciais entre países. Eles adquirem diferentes camadas de significados quando utilizados por diferentes culturas, impactando na formação dos costumes de uma sociedade.

Serviço

Exposições Individuais Simultâneas – Premiados SARP 2016

Local: Marp

Endereço: Barão do Amazonas, nº 23

Período da mostra: 7 de abril a 19 de maio

Visitação de terça a sexta-feira, das 9h às 18h, sábados e feriados (exceto segundas-feiras e domingos), das 12h às 18h

Informações: (16) 3635-2421

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Com dois a menos, Palmeiras se classifica na libertadores

10 SEMIS DE #LIBERTADORES NA HISTÓRIA! 10 CLASSIFICAÇÕES CONSECUTIVAS EM MATA-MATA NO TORNEIO! 10 PASSAGENS DE FASE EM #LIBERTADORES EM CASA!

Patriotas vão para Paulista: Ribeirão inicia preparativos para o desfile de 7 de Setembro

Em Ribeirão vários grupos se organizam para participar das manifestações em São Paulo, dia que esta sendo considerado o mais importante dos últimos 200 anos. Confira como participar.

WhatsApp lança novas ferramentas para garantir mais segurança e privacidade aos usuários

As funções do aplicativo de mensagens estão em fase de testes, mas devem chegar ao público em breve

Vereador esquerdista que defende mulheres deve cumprir medida protetiva com a ex-namorada

a vítima se sente perseguida e agredida moralmente e psicologicamente pelo autor

“Funcionário” recebe R$ 22 mil por mês da Câmara para estudar Direito na USP em período integral

Trabalhar por que? Se nem os vereadores fazem isso, o O acadêmico em questão é Saulo Wellington Marchiori Magron, lotado no cargo de agente de administração
- PUBLICIDADE -