InícioFutebolBotafogoHoje Bota desafia o campeão brasileiro na estreia do Paulista

Hoje Bota desafia o campeão brasileiro na estreia do Paulista

- continua após a publicidade -

Pelo nona temporada consecutiva na elite do futebol paulista, o Botafogo estreia no Paulistão 2017 neste domingo (5), talvez, contra a equipe mais temida do futebol nacional, o Palmeiras, atual campeão brasileiro e que mais investiu para 2017. A partir das 17h00, no Allianz Parque, o Tricolor vai tentar surpreender o Palmeiras e iniciar a competição com o pé-direito.

Para isso, o Pantera conta com a experiência do técnico Moacir Júnior, que, no ano passado, quando comandava o Linense, venceu o Verdão no Allianz Parque, por 2 a 1, pela quarta rodada do Estadual. Já em campo, o Bota conta com um elenco de muita rodagem, recheado de reforços trazidos para o Paulistão, como o lateral-esquerdo Fernandinho e o zagueiro Gualberto (foto), que passaram pelo Palmeiras.

Além dos dois, o Tricolor aposta suas fichas nos meias Rafael Bastos, ex-Chapeconese e América-MG, e Bernardo, ex-Vasco e o próprio Palmeiras, e no atacante Marcão, artilheiro pelos clubes que passou, como Atlético-PR, Figueirense e Atlético-GO.

Treinando desde o dia 28 de novembro, o Pantera fez setes jogos-treinos, com quatro vitórias, dois empates e apenas uma derrota. Sem problemas de lesão, Moacir Júnior pode contar com todo o elenco para a partida deste domingo. Porém, ele só revelará os onze titulares nos vestiários do Allianz Parque.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

– Vamos enfrentar a equipe que hoje, na concepção de muitos, é a melhor do Brasil. Vamos precisar de quem realmente esteja 100% fisicamente. Temos uma rampa bem íngreme neste início de Paulistão, mas temos condições de subi-la. Mas estamos muito motivados, pois quem não gostaria de estar nesta situação? Óbvio, vamos nos precaver, mas vamos buscar um resultado que dignifique a história do Botafogo – contou o técnico Moacir Júnior.

FICHA TÉCNICA:
Palmeiras x Botafogo
Paulistão 2017 – 1ª Rodada
Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 05/01/2017 – Horário: 17h00 (de Brasília)
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza
Assistente 1: Danilo Ricardo Simon Manis
Assistente 2: Luiz Alberto Andrini Nogueira
Quarto Árbitro: Danilo da Silva

Palmeiras: Fernando Prass; Jean, Edu Dracena, Vitor Hugo e Zé Roberto; Filipe Melo, Roger Guedes, Tchê Tchê, Raphael Veiga e Dudu; Willian (Lucas Barrios). Técnico: Eduardo Baptista.

Botafogo: Neneca; Samuel Santos, Gualberto (Filipe), Matheus Mancini e Fernandinho; Bileu, Rodrigo Thiesen, Diego Pituca e Vitinho (Rafael Bastos); Bernardo e Marcão. Técnico: Moacir Júnior.

CONFRONTO:
Botafogo e Palmeiras já se enfrentaram 107 vezes. O primeiro jogo na história ocorreu em 20 de maio de 1928, no Palestra Itália, com vitória do time da casa, por 5 a 0. Já o primeiro encontro pelo Paulistão foi em 21 de julho de 1957, novamente na capital paulista, com vitória do Palmeiras, por 2 a 0.

No total, o Botafogo tem 14 vitórias, contra 64 do Palmeiras e 28 empates. Em São Paulo, foram 48 jogos, com 36 vitórias palmeirenses, duas do Pantera e outros 10 empates.

O último jogo aconteceu no dia 31 de janeiro de 2016, na estreia do Paulistão, com vitória do time da capital por 2 a 0.

NÚMEROS DO DUELO
107 – Jogos
64 – Vitórias do Palmeiras
29 – Empates
14 – Vitórias do Botafogo
93 – Gols do Botafogo
209 – Gols do Palmeiras

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Prefeitura inaugura duas novas escolas de educação infantil

Uma Unidade conta com 319 vagas, sendo 135 para crianças e outra para receber 420 alunos

João Rock anuncia 19ª edição para 11 de junho de 2022

Evento apresentará line-up e iniciará pré-venda de ingressos no dia 26 de outubro

Prainha de Rifaina reabre dia 03 de Novembro

Fechada desde março de 2020, afetou o turismo e comercio, obrigando muitos fecharem em definitivo.

Bolsonaro cria auxílio gás para famílias carentes

Saiba quem tem direito ao beneficio e como solicitar.

Como sempre turminha do PT usam retorica e chama vereadores de ‘machista, racista e elitista’

Por ser mulher e do PT a vereadora exige que seus projetos caminhem mais rápido do que os demais. Com salario e mordomia que recebe ela não faz parte da elite?
- PUBLICIDADE -