InícioFutebolBotafogoBotafogo perde mas deixa o Paulistão de cabeça erguida

Botafogo perde mas deixa o Paulistão de cabeça erguida

- continua após a publicidade -

O Botafogo lutou, mas não conseguiu suportar a força do Corinthians, na Arena Corinthians, em São Paulo, e foi derrotado, por 1 a 0, no jogo de volta das quartas de final do Paulistão. Rodriguinho marcou o gol da partida e o resultado colocou um ponto final na participação do Pantera no Estadual deste ano.

Com 18 pontos em 14 partidas, o Tricolor encerrou o Paulistão com a sexta melhor campanha na classificação geral.
O time agora voltará a disputar uma partida oficial apenas no dia 13 ou 14 de maio, com a estreia no Brasileiro da Série C contra o Bragantino, fora de casa.

A tabela com dias e horários dos jogos ainda será divulgada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).
CBF divulga regulamento e confrontos do Botafogo no Brasileirão, Confira os confrontos do Botafogo no Brasileirão

O JOGO
O gramado muito molhado trouxe muitas dificuldades de adaptação para os jogadores do Botafogo. O Corinthians aproveitou e botou muita velocidade em campo para chegar com perigo no ataque. Após troca de passes, Jô ficou em boa situação para marcar, mas foi barrado por saída precisa de Neneca.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Na sequência, a chance foi ainda mais clara para os donos da casa. Rodriguinho aproveitou falha de Gualberto e ficou na cara do gol para abrir o placar. Porém, o camisa 26 demorou para concluir e a bola caiu de graça nos braços de Neneca.

Aos poucos o Tricolor foi se encontrando na partida e melhorando a marcação no meio de campo. A jogada foi construída pela direita do ataque do Pantera e o cruzamento encontrou Marcão na grande área. O camisa 9 mandou a bola, de cabeça, no canto e Cássio se esticou todo para fazer grande defesa.

O Botafogo vinha melhorando no confronto quando sofreu o golpe do primeiro gol.
Jadson teve liberdade para cruzar do lado direito do ataque, encontrou Rodriguinho, livre de marcação, e o camisa 26 testou a bola no canto, sem dar chances para o goleiro do Pantera.

Com o prejuízo de estar em desvantagem no marcador, o Botafogo se viu obrigado a lançar o time para o campo de ataque em busca do gol de empate. Essa estratégia ofereceu o contra-ataque ao Corinthians, mas Neneca foi seguro nas intervenções em que foi acionado.

Wesley e Marcão estiveram próximos de marcar, mas o gol de empate teimou em não sair e o Tricolor foi eliminado nas quartas de final.

FICHA TÉCNICA:
Corinthians x Botafogo
Paulistão 2017 – Jogo de volta – Quartas de Finais
Local: Arena Corinthians – São Paulo (SP)
Data: 09/04/2017 – Horário: 16h00 (de Brasília)
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza
Assistente 1: Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo
Assistente 2: Luiz Alberto Andrini Nogueira
Quarto Árbitro: Márcio Roberto Soares

Gols: Rodriguinho, aos 37’/1ºT (Corinthians);
Cartões amarelos: Rodriguinho (Corinthians); Fernandinho, Samuel Santos, Gualberto e Marcão Silva (Botafogo);

Público: 33.491 pagantes / 33.847 total
Renda: R$ 1.681.410,10

Corinthians – Cássio; Fagner, Pablo, Balbuena e Guilherme Arana; Gabriel, Maycon, Rodriguinho (Marquinhos Gabriel), Jadson (Pedrinho) e Romero (Clayton); Jô. Técnico: Fábio Carille.

Botafogo – Neneca; Samuel Santos, Gualberto, Matheus Mancini e Fernandinho (Kaue); Marcão Silva, Bileu, Diego Pituca e Rafael Bastos (Bernardo); Marcão e Francis (Wesley). Técnico: Moacir Júnior.

Agência Botafogo

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

MST já fala em ‘distribuição de terras de latifúndios’

Movimento quer ainda a 'agroecologia' no Brasil

Não vai acontecer mas: Secretaria da Cultura e Turismo abre cadastro para Grupos Carnavalescos

Até o carnaval estaremos novamente com tudo fechado e eles já sabem, mas fazem de conta que nada sabem.

Departamento de Saúde e Serviços Humanos de Joe Biden é cúmplice na prostituição de crianças migrantes

Diz que o governo é cúmplice porque 'não somos processados ​​por traficantes'... Criança migrante: minha patrocinadora 'me prostituiria para homens'

CARTA DOS OFICIAIS SUPERIORES DA ATIVA AO COMANDANTE DO EXERCITO BRASILEIRO

Covardia, injustiça e fraqueza são os atributos mais abominados para um Soldado. oficiais superiores da ativa do Exército  Brasileiro, que o fazem de livre e espontânea vontade.
- PUBLICIDADE -