InícioFutebolBotafogoBotafogo parece que comeu feijoada no intervalo e sofre virada da Ponte...

Botafogo parece que comeu feijoada no intervalo e sofre virada da Ponte Preta

- continua após a publicidade -

O Botafogo esteve muito próximo de conquistar a segunda vitória consecutiva no Paulistão, mas o time não conseguiu segurar a pressão da Ponte Preta e foi derrotado, de virada, por 2 a 1. O duelo foi realizado na noite desta quarta-feira (15), no Estádio Santa Cruz.

Rafael Bastos marcou o gol do Botafogo, enquanto que Willian Pottker garantiu a vitória aos visitantes. Com o resultado, o Pantera caiu para o último lugar do Grupo A, ainda com três pontos conquistados.

A preocupação da noite ficou mesmo por conta do lateral Samuel Santos. O jogador sofreu um trauma na cabeça ao se chocar com o zagueiro Yago, da Ponte Preta. O atleta chegou a desmaiar em campo e precisou ser levado de ambulância para um hospital de Ribeirão Preto para passar por exames neurológicos.

O Botafogo volta a jogar pelo Paulistão já neste sábado (18), às 19h30, contra o São Bento, no Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba. A partida será válida pela quarta rodada do Estadual e Samuel Santos será desfalque certo por ter recebido o terceiro cartão amarelo, enquanto que Wesley também ficará de fora por ter sido expulso.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

O JOGO
O duelo começou muito truncado, com as duas equipes muito concentradas na marcação e oferecendo poucos espaços para a criação de jogadas perigosas no setor ofensivo.

O Tricolor foi o time que tentou mais botar a bola no chão e conseguiu chegar ao primeiro gol na base da habilidade do meia Rafael Bastos. O camisa 16 foi para a cobrança de falta frontal na grande área e marcou um lindo gol. A bola passou pela barreira e o goleiro Aranha não conseguiu chegar a tempo para evitar o primeiro gol da partida.

Visivelmente, os atletas da Ponte Preta demonstraram nervosismo dentro de campo. O Tricolor aproveitou o bom momento na partida e passou administrar a velocidade do confronto e valorizou a posse da bola.

A Ponte Preta só foi ameaçar nos acréscimos do primeiro tempo. Em um dos poucos lances em que a zaga ofereceu espaços, o lateral Nino Paraíba invadiu a área e mandou uma bomba em chute cruzado. O arremate acertou em cheio na trave.

O adversário foi para o tudo ou nada e obrigou os zagueiro do Pantera a redobrarem a atenção. Em bate e rebate, a bola sobrou com Willian Pottker, que apareceu livre de marcação na grande área. O atacante tentou concluir, mas foi barrado pela intervenção precisa e salvadora de Neneca.

Aos 23 minutos, a pressão dos visitantes deu resultado. Depois de cruzamento, Willian Pottker concluiu para o gol e Neneca fez grande defesa. Na sequência, o camisa 9 da Ponte empurrou a bola para o fundo das redes. Os botafoguenses reclamaram de toque de mão do atacante, mas a arbitragem não viu a irregularidade.

Pouco tempo depois veio a virada. Lins conseguiu se livrar da marcação de Filipe e entrou na área. O próprio Filipe tentou se recuperar e cometeu a penalidade. Na cobrança, Willian Potter não desperdiçou e anotou o gol da virada.

O Tricolor tentou buscar o empate, mas esbarrou na falta de criatividade e pouca força no setor de frente. Nos minutos finais, a torcida do Botafogo ainda se assustou com o lance envolvendo o lateral Samuel Santos. O jogador teve um choque de cabeça com o zagueiro Yago, da Ponte Preta, e chegou a ficar desacordado em campo.

Só deu tempo depois de Wesley receber dois cartões amarelos e ser expulso de campo.

FICHA TÉCNICA:
Botafogo 1 x 2 Ponte Preta
Paulistão 2017 – 3ª Rodada
Local: Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP)
Data: 15/02/2017 – Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Salim Fende Chavez
Assistente 1: Leandro Matos Feitosa
Assistente 2: Vitor Carmona Metestaine
Quarto Árbitro: Daniel Carfora Sottile

Gols: Rafael Bastos, aos 25’/1ºT (Botafogo); Willian Potter, aos 23’/2ºT e aos 29’/2ºT (Ponte Preta);
Cartões amarelos: Samuel Santos, Wesley, Bernardo e Bileu (Botafogo); Marllon, Nino Paraíba, Matheus Jesus e Willian Pottker (Ponte Preta);
Cartão vermelho: Wesley (Botafogo);

Público: 5.372 pagantes
Renda: R$ 81.700,00

Botafogo: Neneca; Samuel Santos, Matheus Mancini (Fernando Medeiros), Filipe e Fernandinho; Bileu, Marcão Silva, Diego Pituca (Wesley) e Rafael Bastos; Francis e Isaac Prado (Bernardo). Técnico: Moacir Júnior.

Ponte Preta: Aranha; Nino Paraíba, Marllon, Yago e Artur; Jadson, Matheus Jesus (Naldo) e Lucca; Clayson (Erick Salles), Lins e Willian Pottker. Técnico: Felipe Moreira.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

O Maior Encontro das Tribos de Ribeirão Preto e região vem aí!

Serão três palcos com 22 atrações confirmadas! Quem quer ingresso na faixa diz eu ai.

AstraZeneca prazo entre as doses cai de 12 semanas para 8

Com isso, fica a cargo dos municípios o ajuste dos calendários de segunda dose a partir da disponibilidade do imunizante.

Fórmula 1 anuncia temporada 2022 com recorde de 23 corridas

Bahrein abre calendário em março e Abu Dhabi encerra em novembro

Eliminatórias: com brilho de Neymar e Raphinha, Brasil goleia Uruguai

Seleção vence por 4 a 1 em reencontro com torcida brasileira

Agendamento aberto para 1ª, 2ª e 3ª dose aberto. Confira

CADA GRUPO ESTA DESCRITO ABAIXO. VEJA OS GRUPOS E CONFIRA SUA PROGRAMAÇÃO. São 3 grupos distintos.
- PUBLICIDADE -