InícioFutebolBotafogoBotafogo parece que comeu feijoada no intervalo e sofre virada da Ponte...

Botafogo parece que comeu feijoada no intervalo e sofre virada da Ponte Preta

- continua após a publicidade -

O Botafogo esteve muito próximo de conquistar a segunda vitória consecutiva no Paulistão, mas o time não conseguiu segurar a pressão da Ponte Preta e foi derrotado, de virada, por 2 a 1. O duelo foi realizado na noite desta quarta-feira (15), no Estádio Santa Cruz.

Rafael Bastos marcou o gol do Botafogo, enquanto que Willian Pottker garantiu a vitória aos visitantes. Com o resultado, o Pantera caiu para o último lugar do Grupo A, ainda com três pontos conquistados.

A preocupação da noite ficou mesmo por conta do lateral Samuel Santos. O jogador sofreu um trauma na cabeça ao se chocar com o zagueiro Yago, da Ponte Preta. O atleta chegou a desmaiar em campo e precisou ser levado de ambulância para um hospital de Ribeirão Preto para passar por exames neurológicos.

O Botafogo volta a jogar pelo Paulistão já neste sábado (18), às 19h30, contra o São Bento, no Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba. A partida será válida pela quarta rodada do Estadual e Samuel Santos será desfalque certo por ter recebido o terceiro cartão amarelo, enquanto que Wesley também ficará de fora por ter sido expulso.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

O JOGO
O duelo começou muito truncado, com as duas equipes muito concentradas na marcação e oferecendo poucos espaços para a criação de jogadas perigosas no setor ofensivo.

O Tricolor foi o time que tentou mais botar a bola no chão e conseguiu chegar ao primeiro gol na base da habilidade do meia Rafael Bastos. O camisa 16 foi para a cobrança de falta frontal na grande área e marcou um lindo gol. A bola passou pela barreira e o goleiro Aranha não conseguiu chegar a tempo para evitar o primeiro gol da partida.

Visivelmente, os atletas da Ponte Preta demonstraram nervosismo dentro de campo. O Tricolor aproveitou o bom momento na partida e passou administrar a velocidade do confronto e valorizou a posse da bola.

A Ponte Preta só foi ameaçar nos acréscimos do primeiro tempo. Em um dos poucos lances em que a zaga ofereceu espaços, o lateral Nino Paraíba invadiu a área e mandou uma bomba em chute cruzado. O arremate acertou em cheio na trave.

O adversário foi para o tudo ou nada e obrigou os zagueiro do Pantera a redobrarem a atenção. Em bate e rebate, a bola sobrou com Willian Pottker, que apareceu livre de marcação na grande área. O atacante tentou concluir, mas foi barrado pela intervenção precisa e salvadora de Neneca.

Aos 23 minutos, a pressão dos visitantes deu resultado. Depois de cruzamento, Willian Pottker concluiu para o gol e Neneca fez grande defesa. Na sequência, o camisa 9 da Ponte empurrou a bola para o fundo das redes. Os botafoguenses reclamaram de toque de mão do atacante, mas a arbitragem não viu a irregularidade.

Pouco tempo depois veio a virada. Lins conseguiu se livrar da marcação de Filipe e entrou na área. O próprio Filipe tentou se recuperar e cometeu a penalidade. Na cobrança, Willian Potter não desperdiçou e anotou o gol da virada.

O Tricolor tentou buscar o empate, mas esbarrou na falta de criatividade e pouca força no setor de frente. Nos minutos finais, a torcida do Botafogo ainda se assustou com o lance envolvendo o lateral Samuel Santos. O jogador teve um choque de cabeça com o zagueiro Yago, da Ponte Preta, e chegou a ficar desacordado em campo.

Só deu tempo depois de Wesley receber dois cartões amarelos e ser expulso de campo.

FICHA TÉCNICA:
Botafogo 1 x 2 Ponte Preta
Paulistão 2017 – 3ª Rodada
Local: Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP)
Data: 15/02/2017 – Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Salim Fende Chavez
Assistente 1: Leandro Matos Feitosa
Assistente 2: Vitor Carmona Metestaine
Quarto Árbitro: Daniel Carfora Sottile

Gols: Rafael Bastos, aos 25’/1ºT (Botafogo); Willian Potter, aos 23’/2ºT e aos 29’/2ºT (Ponte Preta);
Cartões amarelos: Samuel Santos, Wesley, Bernardo e Bileu (Botafogo); Marllon, Nino Paraíba, Matheus Jesus e Willian Pottker (Ponte Preta);
Cartão vermelho: Wesley (Botafogo);

Público: 5.372 pagantes
Renda: R$ 81.700,00

Botafogo: Neneca; Samuel Santos, Matheus Mancini (Fernando Medeiros), Filipe e Fernandinho; Bileu, Marcão Silva, Diego Pituca (Wesley) e Rafael Bastos; Francis e Isaac Prado (Bernardo). Técnico: Moacir Júnior.

Ponte Preta: Aranha; Nino Paraíba, Marllon, Yago e Artur; Jadson, Matheus Jesus (Naldo) e Lucca; Clayson (Erick Salles), Lins e Willian Pottker. Técnico: Felipe Moreira.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Anvisa alerta sobre risco de miocardite e pericardite pós-vacinação

A Anvisa informa que os Estados Unidos (EUA) relataram a ocorrência de casos de miocardite (inflamação do músculo cardíaco) e de pericardite (inflamação do tecido que envolve o coração) após a vacinação

Campeonato Esportivo movimenta mais de mil alunos das escolas municipais

Cirem será realizado até a 2a quinzena de dezembro

Assistência Social realizará “V Caminhada Mulher Maravilha” neste domingo

Evento promovido pelo NAEM acontece em referência aos 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres

Projeto Guri está com inscrições abertas

Crianças e adolescentes de seis a 18 anos podem aprender a tocar um instrumento musical, sem a necessidade de conhecimento prévio

Fogos de artifício: veterinário explica como proteger os animais durante as comemorações

Especialista explica as possíveis reações dos pets e o que pode ser feito para amenizar o pânico e transtornos causados pelas explosões
- PUBLICIDADE -