Início Esportes Ciclista de Ribeirão Preto é o maior medalhista brasileiro dos últimos cinco...

Ciclista de Ribeirão Preto é o maior medalhista brasileiro dos últimos cinco anos

- continua após a publicidade -

O ciclista Rodrigo Nascimento, da Equipe de Ciclismo de Ribeirão Preto (São Francisco Saúde / Powerade / SME – Secretaria Municipal de Esportes), é o maior medalhista dos últimos cinco anos em campeonatos brasileiros. Com o título do contrarrelógio, conquistado na última sexta-feira, dia 24, em Joinville, ele chegou à marca de cinco medalhas de 2012 para cá.

Ele também é o único ciclista desse período a vencer as provas de contrarrelógio e resistência na estrada.

“A sensação de ser o principal medalhista é ótima, pois me dedico integralmente ao esporte e de forma profissional e metódica, sempre almejando grandes conquistas”, disse Nascimento.

O atleta destaca que a o trabalho da equipe é fundamental para essas conquistas no nacional, não importa a prova.

“Por exemplo, um bom time, na estrada, consequentemente gera bons resultados. Nós temos um bom time. Já na crono, devo muito aos mecânicos e ao técnico da nossa equipe, o Marcelo Donnabella. Eles deixam tudo preparado para chegarmos lá e fazer o melhor tempo”, destaca.

As medalhas de Nascimento foram duas de ouro (2016 contrarrelógio / 2013 estrada), uma de prata (2014 contrarrelógio) e duas de bronze (2015 contrarrelógio / 2013 contrarrelógio). Para ele, não existe o pódio mais importante.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

“Todas têm a sua importância diferente. Foram conquistadas com muita dedicação”, disse o ciclista que, junto com Luis Carlos Tavares, são os que mais têm medalhas no contrarrelógio desde 2012, quatro no total.

Apesar do destaque nacional nos últimos anos, Nascimento não chegou a ser convocado nenhuma vez na carreira para a Seleção Brasileira. Ele se intitula como corredor de provas de um dia, tais como a equipe do Brasil costuma disputar em Olimpíadas, Jogos Pan-Americanos e campeonatos sul-americanos.

Equipe entre as melhores – As estatísticas apontam que o time ribeirão-pretano conquistou medalhas em todas as edições do Brasileiro desde 2013. Na contrarrelógio, por exemplo, Ribeirão lidera, com quatro medalhas e nas provas de estrada, são mais três pódios.

“A Equipe tem esse resultado graças ao Rodrigo. As medalhas no contrarrelógio são todas dele. Todo atleta tem um pico durante o ano, o pico dele é no Brasileiro. Ele se prepara intensamente para a competição”, disse o técnico Marcelo Donnabella, que está no time há seis anos.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Com R$ 166 milhões em caixa, prefeitura gastou 0,65% com medicamentos para Covid

Quebrar o pequeno comerciante e fazer obras faraônicas, é a marca deste prefeito que se mostra um capacho do governo de SP

Ribeirão Preto abre hoje (17) agendamento para 2ª dose da CoronaVac em idosos de 69 a 71 anos

Cadastro pode ser feito pela internet ou por telefone. Ao todo, são 13,1 mil vagas disponíveis.

Novos exames mostram que câncer se espalhou pelo corpo de Covas

O câncer atingiu fígado e ossos, em 2019 foi descoberto um tumor no estômago, mas sofreu metástase e se espalhou

Ribeirão Preto já aplicou mais de 133 mil doses de vacina contra a Covid-19

Aproximadamente 47 mil munícipes, entre profissionais da saúde e idosos, já receberam a segunda dose da imunização

Fase Doria: Nem laranja, nem vermelha. Medo de sair do armário

A fase Doria é aquela que não sai do armário, não é vermelha e não é laranja, mas como quarentena só aumentou os casos, eles decidiram voltar voltar atrás, mas não muito
- PUBLICIDADE -