InícioEsportesCiclismoCiclismo de RP fecha Rutas de América na 4ª posição

Ciclismo de RP fecha Rutas de América na 4ª posição

- continua após a publicidade -

A 6ª Etapa da Rutas de América disputada no último domingo (05) foi o final de mais uma edição da tradicional prova de ciclismo disputada no Uruguai. A etapa ligou as cidades de Sarandí Grande e a capital Montevideo, com chegada na sede do Club de Ciclismo Fênix, organizador da prova, e teve como vencedor o uruguaio Richard Mascarañas, com tempo de 03h 30min e 14 segs. O argentino Victor Arroyo e o uruguaio Fernando Mendez completaram o pódio do domingo. Pela Equipe de Ciclismo de Ribeirão Preto (São Francisco Saúde/Klabin/SME), o destaque foi Rodrigo Melo, com a 10ª posição, enquanto a equipe ficou com o 4º lugar.

A 46ª edição da Rutas de América coroou o argentino Matías Medicci como campeão. Foi o terceiro título do atleta da equipe Cerro Largo, depois de um hiato de 12 anos, com tempo final de 22h 42min e 56seg. Alan Maniezzo (+01min 25seg), de Ribeirão, foi o brasileiro melhor colocado, terminando na 8ª posição na Classificação Geral.

“A Rutas é uma prova muito forte e tradicional. Terminar entre os oito primeiros foi um resultado excelente”, comenta o vencedor da 3ª Etapa.

Rodrigo do Nascimento (11º), Cristian Egídio (20º), Rodrigo Melo (23º), Luis Fernando Trevisan (33º) e Maurício Knapp (41º) foram os outros representantes de RP na Rutas.

Entre as equipes, a grande vencedora foi o Club de Ciclismo San Antonio, do Uruguai, com 68h 11min e 19seg. A Equipe de Ciclismo de Ribeirão Preto (São Francisco Saúde/Klabin/SME), que chegou a liderar a prova, terminou na 4ª posição, com 01min 34seg de diferença.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Na Classificação de Montanha, o vencedor foi o uruguaio Matías Perez, com 18 pontos. Rodrigo Melo foi o destaque da equipe de RP, com o 3º lugar, conquistado com 9 pontos nas seis etapas. “Foi minha primeira vez no Uruguai e fiquei muito satisfeito com meu resultado final”, revela Melo.

A prova ainda coroou o uruguaio Alexander Gutierrez (13º no geral) como o vencedor na categoria sub-23, com tempo de 22h 44min e 56seg. Luis Fernando Trevisan foi o único ribeirão-pretano nesta categoria e terminou na 6ª posição, com diferença de 9min e 35seg para o campeão.

Para o treinador Marcelo Donnabella, o resultado final foi muito bom.

“Fiquei muito satisfeito com o que vi dos atletas. Foi a primeira grande competição do ano e concluímos muito bem, inclusive com uma dobradinha em uma das etapas. Só mostra que temos um ano promissor”, comentou. Na 3ª Etapa, disputada na quinta-feira, Alan Maniezzo foi o vencedor, com Cristian Egídio terminando na 2ª posição.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Universidade federal terá cotas para detentos, ex-presidiários e refugiados

Ser bandido virou bom negocio no Brasil, com aplauso do PSOL a decisão penaliza o cidadão de bem

A importância dos Bandeirantes para o desenvolvimento do Brasil

A historia dos Bandeirantes estão diretamente ligada ao desenvolvimento do Brasil. Não fossem estes bravos desbravadores estaríamos vivendo até hoje apenas no litoral brasileiro. Defendem genocidas e ditadores e atacam verdadeiros herois.

Contações de histórias compõem a programação do final de semana do Museu Casa de Portinari

Conheça também a faceta poética de Candido Portinari no Pela Janela (25); on-line e gratuita

Terceira via discute impeachment de Bolsonaro como única forma de derrotar Lula

Com economia e empregos em recuperação, falta de escândalos no governo e popularidade nas ruas em alta, os concorrentes enxergam no impeachment a única forma de barrar Bolsonaro em 2022

Olimpíada de Tóquio: saiba quem são os brasileiros favoritos ao ouro

Judô? Vôlei? Natação? Atletismo? Futebol? De onde virão as medalhas de ouro para o Brasil?
- PUBLICIDADE -