Início Especiais Agrishow Secretaria apresenta na Agrishow 2017 produção artesanal de cachaça como opção de...

Secretaria apresenta na Agrishow 2017 produção artesanal de cachaça como opção de renda

- continua após a publicidade -

Os trabalhos com cachaça artesanal desenvolvidos pela Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, serão expostos na Agrishow 2017. O processo de produção da bebida, que pode agregar renda aos pequenos produtores, será exposto no espaço Vitrine Tecnológica Sustentável para Pequenas Propriedades, no estande da Secretaria de Agricultura.

O objetivo é demonstrar ao pequeno produtor, principalmente o de cana-de-açúcar, que é possível agregar valor na sua renda bruta com a produção de cachaça artesanal. “Uma tonelada de cana-de-açúcar entregue para usina equivale a, aproximadamente, R$ 60, e uma tonelada de cana transformada em cachaça equivale a, aproximadamente, R$ 400”, afirmou Gabriela Aferri, pesquisadora da Apta.

Pensando nisso, os técnicos da Apta Valmira Cruzeiro e Valdir Lotti, juntamente com a pesquisadora, apresentarão as ferramentas utilizadas no processo de fabricação da bebida, entre elas, o alambique e as dornas, facilitando o entendimento do processo pelos produtores. Os agricultores poderão tirar dúvidas de como produzir a cachaça e quais são os materiais necessários. “Estaremos lá para proporcionar esse apoio ao pequeno agricultor que deseja iniciar sua produção”, disse Valmira. No estande, também será feita a exposição das cachaças produzidas na Unidade de Pesquisa e Desenvolvimento (UPD) de Jaú da Agência.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Treinamento

A UPD de Jaú da Apta também realiza, anualmente, treinamento prático sobre o processo básico de produção de cachaça artesanal para os produtores de cana-de-açúcar e demais interessados no processo. A ideia da realização do treinamento partiu da iniciativa de transferir os conhecimentos adquiridos pelos técnicos da Unidade na fabricação de cachaça de forma sistematizada, com estudos de vários fermentos, selecionados e naturais. De acordo com Gabriela, o treinamento tem sido procurado por produtores rurais que querem entender melhor essa oportunidade de aumentar a renda familiar.

Atualmente, 1,3 bilhão de litros de cachaça são produzidos no Brasil, dos quais 45% no Estado de São Paulo. São cerca de 40 mil produtores espalhados pelo País. De acordo com o Instituto Brasileiro de Cachaça (Ibrac), 99% dos produtores são de micro ou pequeno porte.

“Uma das diretrizes do governador Geraldo Alckmin é dar uma atenção maior ao pequeno produtor. Os trabalhos desenvolvidos pela unidade da Apta em Jaú fazem justamente isso, proporcionando melhores condições de vida no campo”, afirmou Arnaldo Jardim, secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo.

Por Giulia Losnak

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -
- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Paulo Betti chama Adélio de ‘desgraçado’ por não ter esfaqueado Bolsonaro ‘corretamente’

Ator da Rede Globo de Televisão lamenta desfecho do atentado contra o então candidato a presidente

Baldy foi preso e denunciado pela Lava Jato mas Doria o recebe de volta ao trabalho

Doria o recebeu de braços abertos, após de Gilmar Mendes, que suspendeu a ação da Lava Jato

Operação contra e sonegação no setor farmacêutico chega a Ribeirão Preto

Batizada de Operação Monte Cristo - 2ª Fase, força-tarefa envolve a Secretaria da Fazenda do Estado de SP, Ministério Público, Receita Federal e Procuradoria Geral do Estado

Duas Luas Cheias de outubro trazem energia de renovação

Sara Koimbra revela rituais para limpeza e purificação

Maus hábitos podem gerar casos de surdez

A perda auditiva, que pode ter origem em função de genética, idade, traumas acústicos e acidentes, também pode ser provocada por maus hábitos como excesso de volume alto ou uso de cotonetes