Início Educação Escolas estaduais terão Campanha Maria da Penha

Escolas estaduais terão Campanha Maria da Penha

- continua após a publicidade -

O governador João Doria promulgou, nesta quinta-feira, 17, a lei que institui a “Campanha Estadual Maria da Penha”, a ser comemorada anualmente, em março, nas escolas estaduais e particulares do Estado de São Paulo.

A partir de agora, os alunos da rede estadual vão desenvolver atividades pedagógicas sobre a Lei Maria da Penha, além de reflexões sobre o combate à violência contra a mulher.

As atividades contemplam também a conscientização sobre a importância do respeito aos direitos humanos e à Lei do Feminicídio, com a finalidade de prevenir e evitar as práticas de violência contra a mulher.

Os estudantes receberão, por fim, esclarecimentos sobre a necessidade da efetivação de registros de denúncias dos casos de violência contra a mulher nos órgãos competentes, onde quer que ela ocorra.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Por se tratar de uma diretriz e o assunto já estar presente nas grades curriculares, o projeto de lei se estende também às escolas da rede privada.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Confira discurso do presidente Bolsonaro na Cúpula do Clima

O presidente Jair Bolsonaro participou hoje (22) da Cúpula do Clima. O evento virtual, que começou hoje (22) e vai até amanhã

Caixa paga auxílio emergencial a nascidos em agosto

Também hoje, beneficiários do Bolsa Família com o Número de Inscrição Social (NIS) de dígito final 4 poderão sacar o benefício.

Onda de frio chega ao Brasil na próxima semana

Uma frente fria avança para o Brasil no próximo fim de semana, 23 e 24 de abril, e traz uma massa de ar frio, de origem polar, com intensidade moderada a forte.

Sertãozinho abre processo seletivo para estágio em serviço social

Serão selecionados 15 estagiários. Inscrições devem ser feitas até 27 de abril.

COVID-19 leva a escalada de mortes e colapso de hospitais no Peru

Uma onda brutal da doença atingiu o país nas últimas semanas, resultando em hospitais superlotados, enquanto o acesso à vacinação continua sendo um grande desafio
- PUBLICIDADE -