InícioEconomiaVocê perdeu o prazo? Governo prorroga prazo para saque do PIS/Pasep de...

Você perdeu o prazo? Governo prorroga prazo para saque do PIS/Pasep de 2014

- continua após a publicidade -

Os trabalhadores que perderam o prazo para sacar o abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), referente ao ano-base de 2014, terão nova oportunidade para retirar o benefício.

O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, anunciou hoje (1º) que os mais de 1,2 milhão de trabalhadores que perderam o prazo, encerrado ontem (30), poderão fazer o saque entre os dias 28 de julho e 31 de agosto.

“A bancada dos trabalhadores no Codefat [Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhado] sugeriu a ampliação do prazo para que todos fossem contemplados. Conversamos com o núcleo do governo, que foi sensível a essa medida, dada a necessidade de aprimorar esses programas sociais que são muito importantes na vida dos trabalhadores”, disse Nogueira.

De acordo o ministro, não houve diferença na média de comparecimento dos trabalhadores para saque do benefício em relação aos anos anteriores, mas o governo decidiu “inovar” ao prorrogar o prazo. “A intenção do governo é que 100% dos trabalhadores que têm direito ao abono possam ter a oportunidade de comparecer às agências e retirar o abono. É a primeira vez que o governo toma a iniciativa de ampliar o prazo”, disse.

O abono

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

O benefício, equivalente a um salário-mínimo (R$ 880), é pago a empregados que tenham trabalhado com carteira assinada por pelo menos 30 dias em 2014 e tenham recebido até dois salários-mínimos por mês nesse período.

O trabalhador também precisa estar cadastrado no PIS/Pasep há, pelo menos, cinco anos e ter tido os dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais). Até agora, foram sacados R$ 18,3 bilhões. Os recursos não sacados retornam ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

O abono salarial é um dos benefícios pagos pelo FAT, que também custeia o seguro-desemprego, os cursos de qualificação profissional feitos em parceria com os governos estaduais e a participação na receita dos órgãos e entidades para os trabalhadores públicos e privados.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

O Papa Francisco critica a prática de tratar Pets como filhos

O papa Francisco fez um apelo, nesta quarta-feira, para que pais e mães adotem crianças, e disse que “vivemos uma época de orfandade notória”.

Depois de vacinação em massa Serrana tem recorde de casos desde o inicio da pandemia

Se após 3 doses a cidade tem números maiores do que antes da vacinação, para o que serviu a vacina? Doria garantiu.

Aluno de academia morre por mau súbito.

As UPAs lotadas com gripe e corona depois de picada em massa, agora já estamos com uma pandemia pouco falada, mas será com frequência. Os efeitos.

IBGE oferece 266 mil oportunidades de emprego até 21 de janeiro

Agentes recenseadores deverão visitar 78 milhões de lares brasileiros Cerca de 78 milhões de residências brasileiras devem receber, a partir do dia 1º de agosto,...

Auxílio Brasil começa a ser pago nesta terça-feira

O custo para os pagamentos supera R$ 7,1 bilhões aos cofres do governo federal
- PUBLICIDADE -