InícioEconomiaHoje foi decretado o “Holocausto econômico brasileiro” e praticamente ninguém ficou sabendo.

Hoje foi decretado o “Holocausto econômico brasileiro” e praticamente ninguém ficou sabendo.

- continua após a publicidade -

Jed Rakoff, juiz distrital em Manhattan, certificou duas classes de investidores, dizendo que suas reivindicações são semelhantes o suficiente para serem atendidas como grupos. O primeiro grupo será formado por investidores que compraram ativos mobiliários da empresa entre janeiro de 2010 e julho de 2015. O outro, títulos de dívida ofertados em 2013 e 2014, ainda de acordo com a Reuters.

O primeiro grupo será chefiado por Universidades Superannuation Scheme de Liverpool, na Inglaterra. O segundo, pelo tesoureiro da Carolina do Norte e o Sistema de Aposentadoria dos Empregados do Havaí.

A PETROBRAS não se manifestou sobre este assunto.

“A Petrobras foi uma empresa enorme, com investidores pelo mundo”, escreveu o juiz Rakoff em sua decisão. “Não obstante o tamanho da Petrobras e seus numerosos e mais distantes investidores, os interesses dos membros da classe estão alinhados e a mesma alegada má conduta subjaz a suas reivindicações.”

Processo nos EUA contra a Petrobras
A estatal brasileira é alvo de ação judicial nos EUA movida por investidores. No final de 2014, a empresa norte-americana de advocacia Wolf Popper LLP entrou com uma ação coletiva contra Petrobras em um tribunal no distrito de Nova York, em nome de todos os investidores que compraram ações da empresa entre maio de 2010 e novembro de 2014.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

A acusação é de violação das normas da Securities and Exchange Commission (SEC) – o órgão que regula o mercado de capitais nos Estados Unidos e que, no Brasil, seria correspondente à Comissão de Valores Mobiliários (CVM). A Petrobras tem ações negociadas nos mercados de Nova York, o que justifica o interesse dos EUA nas denúncias.

Segundo a acusação

A Petrobras divulgou aos investidores informações enganosas,

“desvirtuando fatos e não informando a cultura de corrupção na companhia que consistiu em um esquema multibilionário de suborno e lavagem de dinheiro”

que acontece na empresa desde 2006.

A Petrobras também é acusada de ter superfaturado o valor de suas propriedades e equipamentos em seu balanço oficial. Aubda de acordo com a acusação,

“quantias superfaturadas pagas em contratos foram contabilizadas como ativos no balanço. Essas quantias foram superfaturados porque a Petrobras inflou o valor de seus contratos de construção”.

No final de junho de 2015,a estatal pediu á justiça dos EUA que rejeitasse a ação. Em audiência na corte federal de Nova York, o advogado da Petrobras Roger Cooper culpou a fraude de alguns indivíduos e disse que a empresa não poderia ser responsabilizada pelas ações dessas pessoas.

No mês seguinte, a justiça dos EUA decidiu que o processo terá continuidade avançando para a etapa probatória (em que são apresentadas as provas judiciais do processo), exceto em ponto que já prescreveu. À época, a empresa informou que o caso estaria pronto para julgamento até fevereiro de 2016.

segundo informações da agência Reuters.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Na estreia do Paulistão, Botafogo empata com o Santo André

Com o empate, o Tricolor soma um ponto no Grupo C, que tem o Palmeiras na liderança com três pontos.

Esta adiantado estudo que usara agua do rio Pardo para abastecimento da cidade

Atualmente, toda a água consumida na cidade vem do Aquífero Guarani; Atlas Brasil recomenda busca de novo manancial

Agendamento aberto para hoje: Adultos e inocentes

Esta aberto agendamento nesta quarta-feira 26 o agendamento para adultos e crianças com 2.500 doses para cada grupo, que serão aplicadas neste dia 27

Descansa Olavo de Carvalho aos 74 anos

O corpo descansou, mas o "parteiro" do conservadorismo nunca morrera, suas ideias e pensamentos criaram raízes

Últimas vagas para cursos profissionalizantes na Celso Charuri

São 24 vagas para Torneiro Mecânico e seis para Construtor de Alvenaria; aulas começam em fevereiro
- PUBLICIDADE -