InícioEconomiaCrédito com garantia é mais barato que empréstimo pessoal

Crédito com garantia é mais barato que empréstimo pessoal

- continua após a publicidade -

Pouco conhecida no país, a modalidade de empréstimo que aceita casas, terrenos e até salas comerciais em garantia está crescendo notavelmente como uma fonte mais barata de recursos para a realização de projetos pessoais, incluindo a abertura e a ampliação de pequenos negócios. Enquanto os grandes bancos cobram juros mensais a partir de 2,5% no crédito pessoal, as taxas do empréstimo com garantia de imóvel vão de 1,4% a 1,6%.

Entre os usuários desse tipo de operação estão compradores de imóveis, que usam o empréstimo para dar a entrada de um apartamento na planta e, assim, podem continuar morando no antigo enquanto esperam a conclusão das obras. E pessoas endividadas, que deixam para trás juros altos, como os do cartão de crédito e do cheque especial.

“Esse produto não foi lançado exatamente como um substituto do crédito pessoal tradicional, mas para permitir que o brasileiro usufrua do seu patrimônio sem precisar se desfazer dele”, explica Elyseu Mardegan Junior, diretor da BM Sua Casa, financeira especializada na ferramenta. A carteira da empresa deve fechar 2011 em R$ 1,5 bilhão, um aumento de cinco vezes ante os R$ 300 milhões de dois anos atrás.

Esse empréstimo, entretanto, não é adequado para todas as situações, levando-se em conta que a transação é de longo prazo – cinco anos, no mínimo – e compromete uma propriedade importante.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

“Não é recomendável quando o objetivo é resolver uma emergência ou custear despesas cotidianas”, alerta Humberto Teófilo, su­­perintendente da Caixa Econô­mica Federal, que viu esse crédito se multiplicar por 20, passando de R$ 70 milhões para R$ 1,7 bilhão, entre o fim de 2009 e este ano.

O interessado também precisa realizar um planejamento cuidadoso para se certificar de que terá condições folgadas de honrar as parcelas. Em caso de falta de pagamento, não havendo acordo para um refinanciamento, o imóvel penhorado vai a leilão. Des­contado o débito com o banco, a diferença fica com o inadimplente. A fácil execução da pendência, por causa da mudança do gênero do contrato de hipoteca para alienação fiduciária – que dá a posse do bem para a instituição financeira até a quitação –, ajuda a explicar em parte o atual crescimento da modalidade.

É possível conseguir créditos para quitar juros de cartão de credito ou cheque especial, ou ainda quitar dividas com a garantia de um imóvel ou mesmo veiculo.
Alguns empresários conseguem nesta modalidade o dinheiro para capital de giro ou mesmo investir no crescimento de sua empresa com juros menores.

Com uma boa programação e assessoria é um bom negocio . INFORME-SE AQUI.

 

fonte gazetadopovo

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Campeonato Esportivo movimenta mais de mil alunos das escolas municipais

Cirem será realizado até a 2a quinzena de dezembro

Assistência Social realizará “V Caminhada Mulher Maravilha” neste domingo

Evento promovido pelo NAEM acontece em referência aos 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres

Projeto Guri está com inscrições abertas

Crianças e adolescentes de seis a 18 anos podem aprender a tocar um instrumento musical, sem a necessidade de conhecimento prévio

Fogos de artifício: veterinário explica como proteger os animais durante as comemorações

Especialista explica as possíveis reações dos pets e o que pode ser feito para amenizar o pânico e transtornos causados pelas explosões

Shopping Iguatemi Ribeirão Preto lança promoção de natal “Compre e Ganhe” com sorteio de vale-compras

Empreendimento apresenta também o seu tradicional filme natalino que reforça valores como empatia e gentileza; campanha é assinada pela DAVID
- PUBLICIDADE -