InícioDiversosManifestantes ocupam fazenda comprada com seu dinheiro

Manifestantes ocupam fazenda comprada com seu dinheiro

- continua após a publicidade -

Um grupo de integrantes da Frente Nacional de Luta, movimento (anarquista disfarçados) que luta por reforma agrária, invadiram na manhã desta sexta-feira (24) a fazenda da advogada Zuely Librandi, presa na Operação Sevandija.

Segundo informações da PM, cerca de 150 invasores cortaram as cercas e instalaram barracos no gramado da Fazenda São Luiz do Inhacundá, pertencente aos Sevandijas.

Segundo representantes do movimento, a invasão ocorreu como parte do Carnaval Vermelho (para aproveitarem a piscina e área de churrasqueira), mas usam como pretexto a intenção de denunciar o esquema de corrupção da prefeitura de Ribeirão. Vale lembrar que este movimento é ligado ao PC do B, portanto são ligados a Wagner Rodrigues, que traiu seu “companheiros” funcionários públicos.

Para a PF, Maria Zuely Librandi foi usada como “laranja” na aquisição do bem. Dentro da fazenda, que está no nome da advogada.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

BBB 22 solta lista de participantes; conheça o perfil de cada um

O reality show vai ao ar na próxima segunda-feira (17/01) e começou a divulgar na tarde desta sexta-feira (14/01) os novos brothers Chegou o momento...

A verdade que não contam: As picadas ainda estão em testes?

Aprovada pela ANVISA, a bula informa que os estudos do medicamento aplicado, serão conhecidos apenas em 2023. Desta forma é experimental ou não?

AstraZeneca e Janssen têm novo efeito colateral descoberto

Fraqueza nos braços e pernas, formigamentos, dormências, dores ou perda da sensação de dor, além de problemas nos sistemas urinário e digestivo.

Depois da maioria picada os casos explodem em todo mundo

Confira o resumo da aplicadas no Brasil e confira a diferença entre algo efetivo e outro ainda em estudo

Chuvas deixam 45 mil desalojados e 6,6 mil desabrigados em Minas

Nas últimas 24 horas foram registrados 10 mil desalojados
- PUBLICIDADE -