Início Diversos Em discussão: o I Fórum Municipal de Desenvolvimento Econômico Sustentável

Em discussão: o I Fórum Municipal de Desenvolvimento Econômico Sustentável

- continua após a publicidade -

Mobilizar setores e atores fundamentais para o desenvolvimento do município, com o intuito de refletir sobre o atual contexto socioeconômico, político, cultural e ambiental de Sertãozinho – suas perspectivas, desafios, e propor estratégias de enfrentamento de curto, médio e longo prazos. Esse é um dos objetivos do I Fórum Municipal de Desenvolvimento Econômico Sustentável, que será realizado no próximo dia 28, das 8h às 17h, no Auditório do SENAI.

A iniciativa é da Prefeitura de Sertãozinho, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, e recebe o apoio de uma série de parceiros locais e organizações de âmbito regional. Todos os patrocinadores e apoiadores constam no último parágrafo deste texto.

Destinado aos representantes e dividido por temas como Agronegócio; Comércio e Serviços; Poder Público; Indústria, Setor Sucroenergético e Trabalhadores, o Fórum terá uma programação extensa ao logo do dia, com uma palestra com Osvaldo Massambani, e um painel com convidados das áreas destacadas no início desse parágrafo.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Nesse último, o moderador das reflexões será o professor Marcos Fava Neves e terá como interlocutores: Manoel Ortolan (Agronegócio); Paulo Roberto Scaranello (Comércio e Serviços); Aparecido Luiz (Indústria); Zezinho Gimenez (Poder Público); Antonio Eduardo Tonielo Filho (Setor Sucroenergético) e Antonio Vitor (Trabalhadores).

Na primeira parte, o evento se dividirá dessa maneira e, à tarde, os participantes serão divididos em grupos e discutirão quatro eixos temáticos: qualificação profissional; atração de novos negócios; fomento de negócios locais e desenvolvimento sustentável. Ao final, haverá uma apresentação sintética das propostas de cada grupo. O próximo passo, após esse evento, será a consolidação dessas informações e a elaboração de um relatório final, onde estarão registradas todas as propostas elencadas pelos participantes.

Sobre o palestrante – Osvaldo Massambani foi secretário adjunto da Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento do Estado de São Paulo e o idealizador e coordenador da Agência de Inovação INOVA do Centro Estadual de Educação Tecnológica “Paula Souza”. É vice-presidente da FORTEC – Associação Fórum Nacional de Gestores de Inovação e Transferência de Tecnologia, e possui 149 artigos publicados em periódicos e congressos nacionais e internacionais, incluindo livros e artigos.

Apoiadores – Apoiam essa ação: SENAI, CEISE Br, Copercana, Canaoeste, Sicoob-Cocred, CIESP, Agência INOVA SP, OAB, ACIS, IFSP, FATEC, Câmara Municipal; SINCOMÉRCIO, Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias do Açúcar, da Alimentação e Afins de Sertãozinho e Região, e o Sindicato dos Metalúrgicos.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Governo amplia vetos na lei que torna obrigatório o uso de máscara

Esses dispositivos vetados pelo presidente Jair Bolsonaro, poderiam ferir a inviolabilidade do domicílio privado.

Comunicado do Sindicato dos Servidores sobre presidente da ACIRP

Estranhamente, o líder empresarial entende que sua classe está sendo atingida por medidas determinadas por Antônio ou por João, mas, por receio ou conveniência, decide combater José.

Secretário do Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo acredita em melhora na economia da região no segundo semestre

No Webinar Avança 016 realizado pela Amcham, Marco Vinholi falou sobre expectativas para a retomada na região

Estado de SP tem queda de mortes por coronavírus pela 2ª semana seguida

Taxa de letalidade também caiu para 5% e é a menor já registrada desde o início da pandemia; dados apontam tendência de achatamento de curva

Com quarentena, varejo e serviços registram os piores resultados para um mês de abril

A estimativa da FecomercioSP é de que, em 100 dias do comércio não essencial de portas fechadas no Estado, o prejuízo tenha chegado a R$ 43,7 bilhões
- PUBLICIDADE -