Início Diversos Em discussão: o I Fórum Municipal de Desenvolvimento Econômico Sustentável

Em discussão: o I Fórum Municipal de Desenvolvimento Econômico Sustentável

- continua após a publicidade -

Mobilizar setores e atores fundamentais para o desenvolvimento do município, com o intuito de refletir sobre o atual contexto socioeconômico, político, cultural e ambiental de Sertãozinho – suas perspectivas, desafios, e propor estratégias de enfrentamento de curto, médio e longo prazos. Esse é um dos objetivos do I Fórum Municipal de Desenvolvimento Econômico Sustentável, que será realizado no próximo dia 28, das 8h às 17h, no Auditório do SENAI.

A iniciativa é da Prefeitura de Sertãozinho, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, e recebe o apoio de uma série de parceiros locais e organizações de âmbito regional. Todos os patrocinadores e apoiadores constam no último parágrafo deste texto.

Destinado aos representantes e dividido por temas como Agronegócio; Comércio e Serviços; Poder Público; Indústria, Setor Sucroenergético e Trabalhadores, o Fórum terá uma programação extensa ao logo do dia, com uma palestra com Osvaldo Massambani, e um painel com convidados das áreas destacadas no início desse parágrafo.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Nesse último, o moderador das reflexões será o professor Marcos Fava Neves e terá como interlocutores: Manoel Ortolan (Agronegócio); Paulo Roberto Scaranello (Comércio e Serviços); Aparecido Luiz (Indústria); Zezinho Gimenez (Poder Público); Antonio Eduardo Tonielo Filho (Setor Sucroenergético) e Antonio Vitor (Trabalhadores).

Na primeira parte, o evento se dividirá dessa maneira e, à tarde, os participantes serão divididos em grupos e discutirão quatro eixos temáticos: qualificação profissional; atração de novos negócios; fomento de negócios locais e desenvolvimento sustentável. Ao final, haverá uma apresentação sintética das propostas de cada grupo. O próximo passo, após esse evento, será a consolidação dessas informações e a elaboração de um relatório final, onde estarão registradas todas as propostas elencadas pelos participantes.

Sobre o palestrante – Osvaldo Massambani foi secretário adjunto da Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento do Estado de São Paulo e o idealizador e coordenador da Agência de Inovação INOVA do Centro Estadual de Educação Tecnológica “Paula Souza”. É vice-presidente da FORTEC – Associação Fórum Nacional de Gestores de Inovação e Transferência de Tecnologia, e possui 149 artigos publicados em periódicos e congressos nacionais e internacionais, incluindo livros e artigos.

Apoiadores – Apoiam essa ação: SENAI, CEISE Br, Copercana, Canaoeste, Sicoob-Cocred, CIESP, Agência INOVA SP, OAB, ACIS, IFSP, FATEC, Câmara Municipal; SINCOMÉRCIO, Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias do Açúcar, da Alimentação e Afins de Sertãozinho e Região, e o Sindicato dos Metalúrgicos.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -
- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Com média semanal abaixo de 100 mortes, SP volta a patamar de abril

Mesmo com a quarentena mais livre, Dados da Secretaria de Saúde e do Centro de Contingência COVID-19 mostram que índice ficou em 91 óbitos na medição desta quarta

Dória dobra o ICMS para diversos setores no Estado de São Paulo para 2021

Para ajustar as contas do Estado de São Paulo em função da pandemia, o governo de João Dória já elegeu quem pagará as contas: os contribuintes e empresários.

Minions invadem o McDonald’s

Em ação inédita, a nova campanha do McLanche Feliz trará Minions e em dobro

Comércio de Ribeirão e região ganha Marketplace para atrair mais clientes, aumentar vendas e estimular a economia local

Trata-se da expansão do projeto Varejo+, iniciativa da CDL e do SINCOVARP. As duas entidades confirmam o lançamento do Shopping Center Online voltado especialmente à MEIs, micros, pequenas e médias empresas.

“Uber do ônibus” acusa Dória de tentar inviabilizar atividade e protesta em frente à sede do governo

Entre as participantes da manifestação está a Buser, maior plataforma do segmento no Brasil, cotada para se tornar, ainda neste ano, um unicórnio (nome dado às startups cujo valor alcança US$ 1 bilhão).