Início Cidades Moradores do Complexo Ribeirão Verde pedem prioridade na duplicação da Mugnatto Marincek

Moradores do Complexo Ribeirão Verde pedem prioridade na duplicação da Mugnatto Marincek

- continua após a publicidade -

Um grupo de moradores do Complexo Ribeirão Verde, que envolve os bairros Florestan Fernandes, Ribeirão Verde, Jardim das Palmeiras, Jardim Palocci I e II e Diva Tarlá foram recebidos pela prefeita Dárcy Vera e o secretário de Obras, Abranche Fuad Abdo, na manhã desta sexta-feira, dia 10, no Salão Nobre, do Palácio Rio Branco.

O grupo veio pedir informações sobre a obra de duplicação da Avenida Antônia Mugnatto Marincek.
A prefeita e o secretário esclareceram sobre a licitação, que já possui empresa vencedora. As empresas que participaram da licitação têm um prazo, chamado de período recursal, de cinco dias, para eventualmente entrarem com algum tipo de recurso contra o processo. Caso não haja nenhum recurso no prazo citado, ocorre a assinatura de contrato para então ser emitida a ordem de serviço e início da obra.

O secretário explicou também que todo esse trâmite precisa ser finalizado até o dia 30 de junho para que a obra seja iniciada antes do período eleitoral, quando ficam proibidas de serem realizadas quaisquer obras.
Além da obra de duplicação da avenida, se faz necessário e urgente a obra de reestruturação do dispositivo viário, localizado na Rodovia Anhanguera, que pertence ao Estado.

“Precisamos começar as obras em conjunto com o Governo Estadual, para que a situação no local seja solucionada definitivamente”,

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

explicou a prefeita, que conversou por telefone com o secretário estadual de Logística e Transporte, Alberto Macedo, pedindo mais uma vez prioridade no assunto. O secretário se comprometeu em analisar a documentação e quais ações serão tomadas. A prefeita pediu ainda uma reunião para tratar do assunto.

“Era para estarmos inaugurando a obra de duplicação da Mugnatto. Desde 2013 eu luto por isso. No local também teremos uma estação de ônibus do transporte coletivo, que já está praticamente pronta. A luta de vocês também é a minha”,

declarou Dárcy Vera.
Ainda na reunião, os moradores fizeram algumas reivindicações, como o pedido para que agentes de trânsito ajudassem no fluxo do trânsito na avenida nos períodos da manhã e tarde, quando o trafego é intenso. José Mauro, diretor de Transporte da Transerp, e o Flávio Pereira, gerente de Operações Viárias participaram do encontro, onde ficou definido o auxílio da autarquia. Além deles, o secretário de Infraestrutura, Osvaldo Braga, também participou e a população pediu para que o serviço de tapa-buracos fosse realizado na avenida. O secretário se comprometeu com os moradores em executar e finalizar o serviço até o final desta sexta-feira.

Sobre a Obra: A duplicação será entre a Rodovia Anhanguera e Rua José Malvaso, no Jardim Antônio Palocci, e vai beneficiar cerca de 80 mil pessoas. A iniciativa contempla a contratação de empresa de engenharia para a elaboração de projetos executivos e a execução das obras de pavimentação e duplicação da avenida, localizada no Complexo Ribeirão Verde.

Mais de 4 km da avenida receberão urbanização completa, que inclui duplicação da via, pavimentação, ciclovia, bancos, lixeiras, abrigos em ponto de ônibus, rampas, calçadas e paisagismo. A avenida também contará com infraestrutura completa com a instalação de redes de água, esgoto e galerias de águas pluviais. A obra receberá investimentos na ordem de R$ 35,9 milhões, do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), do Governo Federal.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Militares da reserva, duríssimo ataque ao STF e alertam para guerra civil (veja a íntegra do documento)

Chega! Juiz que um dia delinquiu – e/ou delinque todos os dias com decisões arbitrárias e com sentenças e decisões ao arrepio da lei

Bolsonaro confirma estender auxílio emergencial

Haverá uma quarta parcela da ajuda e que talvez ocorra até mesmo um quinto pagamento.

Empresária revoltada acusa PM de Camilo Santana (PT) de obrigá-la a entregar a bandeira do Brasil (veja o vídeo)

Segundo a mesma, coagida, ela acabou aceitando a solicitação do policial militar.

Quem nega o coronavírus e apoia o Governo é psicopata?

Quem está nessa dualidade sempre irá enxergar e entender o seu grupo como o correto, o bom e o belo

Médica desiste após um plantão: “Aquilo é um CTI de fachada”

Médica anestesista Priscila Eisembert denuncia que faltam medicamentos e exames para os pacientes.
- PUBLICIDADE -