Início Cidades Fundo social busca parceria com empresas de reciclagem

Fundo social busca parceria com empresas de reciclagem

- continua após a publicidade -

A primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade Samanta Pineda visitou recentemente as empresas de reciclagem de Ribeirão Preto Zulmira e Dionísio para dar sequência na implantação do projeto CataSonho.

Nestas primeiras visitas, participaram representantes do Fundo Social de Solidariedade, da FEA-USP de Ribeirão Preto, e da Coordenadoria de Limpeza Urbana, todos envolvidos na implantação do projeto.

“Este é o primeiro passo para implantarmos o projeto CataSonho, que irá incluir esses catadores no mercado de trabalho. Assim, eles poderão formar sua própria cooperativa, além de limpar a cidade e ajudar na educação da população, explicando o que pode e o que não pode ser reciclado. A ideia é implantar efetivamente a coleta seletiva em Ribeirão Preto”, explicou Samanta.

A intenção do projeto é transformar esses catadores em agentes ambientais, capacitados para orientar a população de Ribeirão Preto e ajudar a melhorar a destinação final dos resíduos sólidos da cidade.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -
- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -
- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Covidão: Policia cumpre 260 mandados de busca e 57 mandados de prisão por desvio da saúde

Fraude em licitações, falsidade ideológica, peculato, corrupção passiva, corrupção ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Adrenocromo: o que é, como é feita e toda a polêmica em torno dela

A verdade por trás de uma das substâncias mais polêmicas da atualidade

Após auxilio emergencial Bolsonaro cria renda cidadã para 2021

Bolsonaro confirma programa que vai substituir o Bolsa Família

Dia Mundial do Coração conscientiza população sobre problemas cardiovasculares

Em 29 de setembro é comemorado o Dia Mundial do Coração. Criada pela Federação Mundial do Coração com objetivo de conscientizar a população

Suicídio e depressão: questões individuais ou coletivas?

No entanto, quando a Organização Mundial da Saúde declara a depressão como o mal do século e as taxas de suicídio se elevam consideravelmente em épocas de crise e especialmente agora