InícioBlogsDSOP Educação FinanceiraQuem pode ser dependente no Imposto de Renda e quais os cuidados

Quem pode ser dependente no Imposto de Renda e quais os cuidados

- continua após a publicidade -

Uma das poucas novidades relacionadas ao envio da Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física 2017 – ano base 2016 – foi em relação a dependente, sendo que neste ano passou a ser obrigatório informar o CPF dos dependentes e alimentandos com 12 (doze) anos ou mais completados até 31 de dezembro de 2016.

Até o último ano a obrigatoriedade se dava a partir dos 14 (quatorze) anos ou mais. Essa mudança se remete a uma constante dúvidas dos contribuintes. Quem pode ser dependente na declaração. “Um dos principais motivos que levam as pessoas a malha fina são erros relacionados a dependentes, esses vão desde enquadrar quem não pode nessa condição até não enviar todas as informações necessárias”, conta Richard Domingos, diretor executivo da Confirp Consultoria Contábil.

Ele ressalta que ao inserir uma pessoa em uma declaração, todos os dados referentes a essa deverão constar. Outro ponto é que é necessário ter certeza que essa pessoa não está como dependente em outra declaração. “Isso ocorre muito em caso de pais idosos, por exemplo, onde dois ou mais filhos declaram esses como dependentes, o que no cruzamento com certeza ocasionará problemas”, explica Domingos.

Veja lista preparada pela Confirp relacionando quem pode ser dependente:

  1. Companheiro com quem o contribuinte, viva há mais de cinco anos, tenha filho ou que seja cônjuge;
  2. Filho(a) ou enteado(a), até 21 anos ou, em qualquer idade, quando incapacitado física ou mentalmente para o trabalho;
  3. Filho(a) ou enteado(a), se ainda estiverem cursando estabelecimento de ensino superior ou escola técnica de segundo grau, até 24 anos de idade;
  4. Irmão(â), neto(a) ou bisneto(a), sem arrimo dos pais, de quem o contribuinte detenha a guarda judicial, com idade até 21 anos, ou em qualquer idades, quando incapacitado física ou mentalmente para o trabalho;
  5. Irmão(â), neto(a) ou bisneto(a), sem arrimo dos pais, com idade de 21 anos até 24 anos, se ainda estiver cursando estabelecimento de ensino superior ou escola técnica de segundo grau, desde que o contribuinte tenha detido sua guarda judicial até os 21 anos;
  6. Pais, avós e disavós que, em 2016, tenham recebido rendimentos, tributáveis ou não, até R$ 22.847,76;
  7. Menor pobre até 21 anos que o contribuinte crie e eduque e de quem detenha a guarda judicial;
- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Pessoa absolutamente incapaz, da qual o contribuinte seja tutor ou curador.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

Menor NÃO: Ministro destaca eventos adversos em adolescentes vacinados

Segundo Queiroga, foram identificados 1,5 mil eventos adversos em adolescentes imunizados. “A OMS não recomenda a vacinação de adolescentes

Teatro Municipal lança edital de ocupação do 1° semestre de 2022

Inscrições começaram dia 15 de setembro e vão até 15 de outubro

Avenida Thomaz Alberto Whately tem nova interdição para obras

Bloqueio ocorre para obras do trecho 1 do corredor de ônibus Norte-Sul pelo programa Ribeirão Mobilidade

IMPORTANTE COMPARTILHE: Anvisa e Min. da Saúde NÃO Recomendam a vacinação para Menores de 18 Anos

Não se vê veículos de imprensa ou governantes falando sobre o assunto, muito pelo contrario continuam incentivando a vacina que não tem teste para menores de 18 anos

Vacinados já são 81,7% dos internados em SP

Do total de hospitalizados, 51,6% (325 doentes) já foram totalmente imunizados, com as duas doses, (34,6%) com Coronavac.
- PUBLICIDADE -