Início Blogs DSOP Educação Financeira Parar de fumar pode render R$ 1 milhão em 30 anos

Parar de fumar pode render R$ 1 milhão em 30 anos

- continua após a publicidade -

O consumo de cigarro vem caindo gradativamente nos últimos anos, mas o número de pessoas que possui esse vício no Brasil ainda é grande. Além de gerar problemas para a saúde física, o fumante também é prejudicado em outra saúde, a financeira. Se parar de fumar um maço de cigarro por dia, economizar e investir o valor na poupança, a pessoa terá R$ 1.028.274,92 ao final de 30 anos.

Foto: Divulgação/Polícia Rodoviária)

A conta é simples, se um maço custa em torno de R$ 8, um fumante que consome um maço de cigarro por dia gastará a mais, por mês, R$ 240. Esse aumento de custo no orçamento mensal das pessoas com certeza fará com que muitos repensem sobre a importância de acabar com esse vício.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

Infelizmente, com os preços atuais, poucas pessoas se dão conta do risco financeiro que isso proporciona.

É lógico que esse risco é muito menor do que os físicos, entretanto não podemos negar que esse impacto reflita na economia diária do fumante, especialmente neste momento de crise econômica.
Uma forma de vermos a importância de parar de fumar para a economia de uma pessoa é analisar que, com os preços atuais do cigarro, se deixar de fumar e investir esse valor (R$ 240/mês, corrigindo anualmente) em uma poupança, por exemplo, ao final de 10 anos, ela terá R$ 63.291,18 e ao final de 20 anos, terá R$ 293.901,45.
Isso sem que contemos os gastos que um fumante terá nesse período com problemas de saúde ocasionado pelo cigarro e com a perda de rendimento no trabalho em função do cansaço que esse vício proporciona.

O ato de fumar não faz só que o viciado perca dinheiro, o tabagismo gera uma despesa mundial de bilhões de dólares por ano, considerando os tratamentos das doenças relacionadas ao tabaco, às mortes de cidadãos em idade produtiva, o maior índice de aposentadorias precoces, o aumento no índice de falta ao trabalho e o menor rendimento produtivo.

Isso é, o cigarro também faz com que os governos tenham menos dinheiro para investir em outras áreas da saúde, o que garantiria uma maior longevidade à toda população. Agora, se você é fumante, imagine: como você estará daqui a trinta anos se continuar a fumar? Sua saúde estará boa? Quanto você terá gasto?
Mas, se as pessoas pararem de fumar hoje e investirem esse dinheiro, daqui trinta anos, além de terem uma qualidade de vida muito maior, ainda terão uma boa reserva financeira. Será que não vale realmente a pena parar de fumar?

 

Reinaldo Domingos é doutor em educação financeira, presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin) e da DSOP Educação Financeira e autor do best-seller Terapia Financeira, do lançamento Diário dos Sonhos e da primeira Coleção Didática de Educação Financeira do Brasil.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

Nova assinatura do fim da Submissão: Sábado comercio reabre

O prefeitinho capacho agora vem como salvador da pátria e bom moço, mas a população não pode esquecer 120 de humilhação

Bolsonaro assina MP para viabilizar vacina contra covid-19

Pesquisadores do Reino Unido publicaram um artigo confirmando a eficácia da vacina contra COVID-19 que está sendo testada e será produzida no Brasil

Lei acaba com tarifa de embarque internacional

Sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro, nova regra foi comemorada pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas

Possível reabertura do Comércio Varejista já no sábado (8) em Ribeirão Preto

Nota da redação: " nunca presenciamos um SINCOVARP e CDL tão submisso, o que faria antigos presidentes da entidade a se envergonharem dos atuais"

SP autoriza restaurantes abertos até 22h na fase amarela da retomada

A liberação vale para os municípios que estão há mais de 14 dias na mesma categoria. Portanto não é valido para Ribeirão Preto que entrará agora na fase
- PUBLICIDADE -