Início Blogs DSOP Educação Financeira Como escapar das armadilhas do estresse gerado pela ânsia de produtividade

Como escapar das armadilhas do estresse gerado pela ânsia de produtividade

- continua após a publicidade -

Produzir mais é a palavra de ordem das empresas. Muitas levam tão a sério, que esquecem que estão lidando com material humano e não medem as consequências de suas exigências. Por outro lado, colaboradores amedrontados pelos tempos de crise, se cobram também para não correrem o risco de serem substituídos. Até onde essa equação pode nos levar?

Fonte: Tarsia Gonzalez

Participei recentemente de evento da Febraban – Federação Brasileira de Bancos, que entre outros tratou também deste assunto. Você sabia que a maior parte dos afastamentos – e que são muitos – de colaboradores nas instituições bancárias acontece por estresse? São as metas que roubaram o lugar do atendimento humanizado e que está fazendo mal para as pessoas.

- CONTINUA DEPOIS DE PUBLICIDADE -

A questão é que, na equação que citei acima, ninguém sai ganhando. As empresas podem até produzir mais, mas vão passar por crises internas causadas por um alto turnover e pela própria insatisfação de seus times – pessoas felizes produzem mais, acredite!

Então, como escapar das armadilhas do estresse gerado pela ânsia de produtividade? Buscando algo simples, mas que nos custa muito empenho: o equilíbrio quando temos a Felicidade Interna Bruta! Colocar na balança metas, objetivos e, do outro lado, as necessidades das pessoas e as soluções.

Pesar sempre o que está sendo feito, o que se quer alcançar, mas principalmente, como as pessoas estão sendo tratadas nessa realidade, é imprescindível. De nada adianta uma empresa que muito produz, mas que não cresce por falta exatamente de engajamento, satisfação pessoal, times fortes. É hora de trabalhar o estresse nas companhias e substituí-lo por soluções práticas que tratem os problemas existentes sem causar novos.

 

Sobre Tarsia Gonzalez

Gestora, psicóloga, especialista em finanças, presidente do conselho de uma das maiores companhias do país, consultora e palestrante, Tarsia Gonzalez construiu uma carreira de sucesso observando as pessoas, angariando conhecimento e expertise para gerenciar com propriedade e criar times fortes e coesos. Seu esforço para equilibrar governança corporativa e profissionalização com a felicidade das pessoas que formam a empresa levou a Transpes, companhia fundada por seu pai, a receber por três anos consecutivos o prêmio da Revista Você S/A como Melhor Empresa para se Trabalhar do Brasil.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
publicidade

ABCF explica a diferença entre uso da ivermectina para parasitas e para COVID-19

Testes em laboratório mostram que novo coronavírus não sobreviveu a doses altas de ivermectina. Em humanos seria o equivalente a 10 vezes a dose usada para tratar parasitas

Surto de sarampo preocupa gestores de saúde

Em 1º de janeiro deste ano, o país registrou a primeira morte por sarampo, que ocorreu na cidade de São Paulo.

Ticiane Pinheiro é a madrinha da Campanha do Agasalho 2020 da Cruz Vermelha Brasileira de São Paulo

Este ano, a Cruz Vermelha Brasileira de São Paulo tem o apoio da Iguatemi que disponibilizou espaço incluindo o Iguatemi Ribeirão Preto

ESTIMATIVA DE ANIMAIS ERRANTES NO MUNICÍPIO DE RIBEIRÃO PRETO

Animais errantes são aqueles que vagam pelas ruas, sem tutor definido, já que foram abandonados por quem tinha a obrigação legal de cuidar e amparar

Meditação no isolamento pode amenizar ansiedade

A doença, que afeta 18 milhões de brasileiros, pode ser minimizada com a prática da meditação e por meio de outras terapias.
- PUBLICIDADE -