InícioAtualidadesRibeirão-pretana Leticia Wiermann é primeira capa trimestral da Playboy

Ribeirão-pretana Leticia Wiermann é primeira capa trimestral da Playboy

- continua após a publicidade -

Filha de Datena, a modelo e apresentadora Letícia Wiermann será a capa da “Playboy” de março.
O ensaio será fotografado na semana do Carnaval, em uma vinícola do Sul do Brasil.

Ela atua como correspondente da mexicana TV Azteca. A oportunidade surgiu logo após ela atuar como repórter do quadro “Tem gente atrás”, do “Domingão do Faustão”.

Em declaração oficial divulgada pela revista, Letícia disse que estava ansiosa pelo ensaio.

“A revista já tinha me convidado algumas vezes, na primeira eu tinha 18 anos, mas nunca achei interessante sair na capa. Com essa nova equipe, as coisas se encaixaram e eu aceitei. Tenho certeza que faremos um trabalho lindo. Estou bastante ansiosa”.

Aos 30, Letícia está feliz por não ter aceitado os convites anteriores da revista: “Que bom que não fiz antes, porque aos 30 estou em minha melhor forma”.

Veja mais notícias de Ribeirão Preto e Região no Em Ribeirão

publicidade
.
publicidade

O nosso adeus a Miguel Liporassi

Ribeirão Preto perde Miguel Liporassi: Não era polêmico nem agressivo, era respeitado pela qualidade, voz e equilíbrio nos comentários. E pela postura com os colegas, leal, ficava longe das intrigas de bastidores.

PREVISÕES DO TAROT EM JULHO DE 2022

As previsões para Julho de 2022, trazem transformação nas finanças, amor, relação familiar

Vice de Lula tem novamente bens bloqueados pelo Ministerio Publico

Justiça Eleitoral determina bloqueio de R$ 11,3 milhões em bens de Geraldo Alckmin no caso Odebrech

Multas no corredor de onibus da Vargas começa nesta Segunda-feira (4)

Conforme o Código de Trânsito Brasileiro, transitar pela faixa exclusiva de ônibus é considerada infração gravíssima, com multa de R$ 293,47 e perda de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Congresso mundial online reunirá milhões de pessoas para falar sobre “paz”

Como sentir paz e tranquilidade apesar dos desafios provocados pelo aumento do custo de vida, da violência, dos desastres naturais, do ódio e das guerras?
- PUBLICIDADE -