Home » Política

Política

Governo de SP anuncia mais três delegacias da mulher, novidades na área da administração penitenciária, venda de imóveis públicos

O governador João Doria, na sequência da reunião com o secretariado que aconteceu na manhã desta sexta-feira, 18, anunciou a inauguração de outras três delegacias da mulher que irão ficar abertas 24 horas. Atualmente, uma delegacia da mulher, na capital, realiza atendimento em regime ininterrupto. O serviço será ampliado gradativamente para todas as DDMs (Delegacias de Defesa da Mulher) do Estado. “Na primeira semana de fevereiro, vamos inaugurar mais uma DDM e, ao longo do mês, mais outras duas”, declarou o governador. “No final do mês serão quatro DDMs no Estado, atendendo 24 horas por dia”, disse João Doria, que …

Leia mais »

Doria se reúne com Bolsonaro e reafirma apoio à reforma da Previdência

O governador de São Paulo, João Doria, se reuniu hoje (10) com o presidente Jair Bolsonaro, no Palácio do Planalto, e reafirmou seu apoio à proposta de reforma da Previdência que será enviada pelo governo ao Congresso Nacional. Segundo ele, a bancada paulista do PSDB votará favoravelmente à proposta. Para Doria, a aprovação da reforma previdenciária terá “efeito transformador” no país, “permitindo que o crescimento possa saltar dos 3% hoje previstos para 5%”. Segundo o governador, a reforma vai atrair investimentos internacionais e aumentar a geração de emprego e renda. Perguntado, Doria disse ser favorável ao regime de capitalização proposto pela equipe econômica, no qual cada trabalhador faz sua poupança individual para a aposentadoria. Fórum em Davos …

Leia mais »

Bolsonaro confirma revogação da adesão ao Pacto Global para Migração

O presidente Jair Bolsonaro confirmou a revogação da adesão do Brasil ao Pacto Global para Migração Segura, Ordenada e Regular. Na sua conta no Twitter, ele afirmou hoje (9) que a iniciativa foi motivada para preservação dos valores nacionais. “O Brasil é soberano para decidir se aceita ou não migrantes”, disse o presidente. “Não ao pacto migratório.” Em seguida, Bolsonaro justificou a decisão. “Quem porventura vier para cá deverá estar sujeito às nossas leis, regras e costumes, bem como deverá cantar nosso hino e respeitar nossa cultura. Não é qualquer um que entra em nossa casa, nem será qualquer um que entrará no …

Leia mais »