Home » Lazer e Cultura » Bloco Califórnia encerra carnaval de rua com 80 mil pessoas nos quatro dias de festa

Bloco Califórnia encerra carnaval de rua com 80 mil pessoas nos quatro dias de festa

Na terça, dia 13, bloco paulistano Casa Comigo reuniu 25 mil pessoas no bairro Nova Aliança

O carnaval de rua de Ribeirão Preto promovido pelo Bloco Califórnia reuniu 80 mil foliões nos quatro dias de festa, na avenida Dr. José Cesário Monteiro da Silva, bairro Nova Aliança, superando as expectativas da organização. Nesta terça, dia 13, a festa contou com um público de 25 mil pessoas, ao som das marchinhas e outros ritmos adaptados ao carnaval do bloco paulistano Casa Comigo.

Os carnavalescos trouxeram para Ribeirão a mensagem “Hater, eu te amo”, promovendo a disseminação do amor e o combate ao discurso de ódio. O trio Turbolence recebeu aproximadamente 40 músicos. No repertório, canções com pegada de funk, a Brasília Amarela de Mamonas Assassinas, o sertanejo Pense em Mim de Leandro e Leonardo, além de músicas de Tim Maia e Jorge Ben, entre outras, animaram o mar de foliões em Ribeirão.

“Nosso hino neste carnaval é ‘Menos mimimi, mais Alalaoh por favor’ levando para as avenidas a união entre as pessoas, numa festa cheia de alegria e congregação”, explica o fundador do Casa Comigo, Raphael Guedes.

Os organizadores do Bloco Califórnia destacaram o resgate do carnaval na cidade com a presença de famosos blocos convidados (Sargento Pimenta, Agrada Gregos, Bangalafumenga e Casa Comigo). “Nossas expectativas foram atendidas. O público compareceu e mostrou que a cidade tem ânimo para o carnaval de rua, uma tradição que estava enfraquecida aqui no município. Juntando os públicos do pré-carnaval e do carnaval ultrapassamos mais de 100 mil pessoas”, diz Tiago Lobo, um dos organizadores.

O carnaval de rua do Bloco Califórnia teve a SKOL como a cerveja oficial do evento – a mais democrática do Brasil. A marca convidou a todos a se juntarem ao maior número de pessoas com um único objetivo, se divertir e fazer a folia mais redonda que já se viu.

Comente

Deixe uma resposta