Home » Esportes » Vôlei Ribeirão fará final contra Itapetininga

Vôlei Ribeirão fará final contra Itapetininga

As duas equipes já garantiram vaga para a Superliga B, agora buscam título da Taça Prata

Com vagas garantidas na Superliga B de 2018, São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão e Vôlei Um/Itapetininga fazem neste sábado (28), às 18h30, no Ginásio Ayrton Senna da Silva, em Itapetininga, a grande final da Taça Prata 2017. Na preliminar Super Vôlei Santo André e São José Vôlei disputam o terceiro lugar e a terceira vaga para a Superliga B.

Para chegar a final, o São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão venceu os times de Conceição do Mato Dentro-MG (3 a 2) e Super Vôlei Santo André (3 a 1). O Itapetininga passou pelo Vôlei Amazonas/Nilton Lins-AM (3 a 0) e por São José Vôlei (3 a 1).

Marcos Pacheco, técnico do Vôlei Ribeirão diz que o time está pronto para a final. “Nosso objetivo sempre foi uma vaga para a Superliga B. Isso foi alcançado, agora nossa meta é conquistar o título e coroar essa campanha”, disse.

“O time está confiante. Vamos dar o máximo em busca desse título. Nossa torcida merece”, disse o oposto Leozão, um dos destaques do time na Taça Prata.

A final da Taça Prata terá transmissão ao vivo pelas redes sociais da CBV – Confederação Brasileira de Vôlei, com sinal compartilhado pelas redes sociais do Vôlei Ribeirão [Facebook.com/voleiribeirao].

Além do lado esportivo, a equipe tem caráter social. Os ingressos dos jogos em casa são trocados por alimentos ou produtos que são destinados ao Fundo Social de Solidariedade. O projeto consiste ainda em inclusão social por meio do esporte.

Vôlei Ribeirão vence Santo André e está na Superliga B

Não foi um jogo tecnicamente perfeito, mas o São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão mostrou muita garra e vontade para vencer o Super Vôlei Santo André, por 3 sets a 1, e garantir uma vaga antecipada na Superliga B de 2018. A vitória colocou o time ribeirão-pretano na final da Taça Prata, que será sábado, às 18h30, em Itapetininga.
No jogo desta quinta-feira (26) disputado no Ginásio Ayrton Senna da Silva, o Vôlei Ribeirão perdeu o primeiro set por 25 a 19. Nos três sets seguintes a equipe dirigida por Marcos Pacheco mostrou muita determinação e conseguiu se impor em quadra, vencendo com parciais de 26×28, 21×25 e 18×25.
“Viemos para Itapetininga com três etapas e objetivos em mente, a primeira era vencer o primeiro jogo e ficar entre os quatro, depois era vencer a segunda partida e garantir vaga para a Superliga B, agora nosso terceiro objetivo é buscar o título da competição”, disse Marcos Pacheco.

Comente

Deixe uma resposta