Home » Esportes » Vôlei Ribeirão conhece adversários da Superliga B

Vôlei Ribeirão conhece adversários da Superliga B

Supervisor Dado Baptista e técnico Marcos Pacheco participarão do Conselho Técnico da competição, no Rio de Janeiro; reunião será na quinta-feira

Na Superliga B de 2018, o São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão está entre as equipes convidadas pela CBV (Confederação Brasileira de Voleibol) para o Conselho Técnico da competição, agendado para quinta-feira, dia 30 de novembro, na sede da CBV, no Rio de Janeiro.

A Superliga B terá oito times, sendo três de São Paulo – todos classificados através da Taça Prata: Vôlei Ribeirão (campeão), Vôlei Itapetininga (vice-campeão) e Super Vôlei Santo André (terceiro colocado). As outras equipes são Botafogo-RJ, Blumenau-SC, UPIS/Brasília-DF, MonteCristo Voleibol-GO e Academia do Vôlei/Uberlândia-MG.

“A Superliga B deve ter seu início em janeiro e, dessas oito equipes, duas conquistarão o acesso para a Superliga A. O Vôlei Ribeirão está treinando com intensidade para fazer o seu melhor e colocar Ribeirão Preto na elite do vôlei brasileiro. Na quinta-feira já deve sair a tabela completa”, comentou Dado Baptista, que participará da reunião fechada no Rio de Janeiro ao lado do técnico Marcos Pacheco, representando o São Francisco Saúde/Vôlei Ribeirão.

O regulamento será definido entre os dirigentes durante o encontro. Caso a Superliga B tenha o mesmo formato de disputa da competição deste ano, os times jogarão em turno único na primeira fase até que se confirme os classificados ao mata-mata. A tabela também sairá nesta quinta.

Na edição 2017, que teve o Sesc-RJ como campeão, a Superliga B contou com nove times, um a mais do que em 2018. Saíram Sesc-RJ, Jaó-GO, Araucária-PR e Rádio Clube-MS e entraram Vôlei Ribeirão, Itapetininga e Santo André.

Evento especial

O presidente do Vôlei Ribeirão, Lipe Fonteles, em conjunto com a prefeitura de Ribeirão Preto, estuda a possibilidade de agendar um evento especial na Cava do Bosque para dezembro.

“Já estamos tentando viabilizar um evento de final de ano. A torcida, que sempre abraçou o Vôlei Ribeirão, teria mais uma oportunidade de lotar o Ginásio Gavino Virdes e de matar a saudade do time, dos jogadores, e da comissão técnica”, afirmou Lipe. A assessoria de imprensa fará um comunicado oficial assim que o evento tiver suas diretrizes definidas.

O Vôlei Ribeirão conta com patrocínios da São Francisco Saúde, Sicoob e Raízen, e apoio da prefeitura de Ribeirão Preto, por meio da Secretaria Municipal de Esportes, Fórmula Academia, Clínica Collucci, Muraca Sports e Salute Restaurante e Pizzaria.

Além do lado esportivo, a equipe tem caráter social. Os ingressos dos jogos em casa são trocados por alimentos ou produtos que são destinados ao Fundo Social de Solidariedade. O projeto consiste ainda em inclusão social por meio do esporte.

Equipes da Superliga B – 2018

Botafogo-RJ (3° colocado da Superliga B 2017)

Blumenau-SC (4° colocado da Superliga B 2017)

Brasília-DF (6° colocado da Superliga B 2017)

MonteCristo-GO (7° colocado da Superliga B 2017)

Uberlândia-MG (8° colocado da Superliga B 2017)

Vôlei Ribeirão-SP (campeão da Taça Prata 2017)

Vôlei Itapetininga (vice-campeão da Taça Prata 2017)

Super Vôlei Santo André (3° colocado da Taça Prata 2017)

Comente

Deixe uma resposta