Home » Esportes » Futebol » Botafogo » Torcida mirim do Botafogo é barrada no estádio do Mogi – Nota de REPÚDIO

Torcida mirim do Botafogo é barrada no estádio do Mogi – Nota de REPÚDIO

Entra bandido no estádio e não entra criança.

Torcedores do Pantera que levaram seus filhos foram barrados no portão do estádio. Uma determinação da justiça proíbe desde o início de 2017 a entrada de menores de 18 anos no local, mesmo acompanhados por um adulto responsável.

A diretoria do Botafogo Futebol Clube vem a público externar o seu repúdio à proibição da entrada de menores de 18 anos ao estádio Vail Chaves, do Mogi Mirim Esporte Clube, nesta sábado, 22 de julho, em jogo válido pela Série C do Campeonato Brasileiro.

Apesar de todos os esforços do vice-presidente Octávio Valini Junior, do conselheiro e vereador municipal André Trindade, do conselheiro e advogado Dmitri Abreu e de torcedores que estavam presentes no estádio, cerca de 20 crianças e adolescentes com seus acompanhantes foram proibidas de entrar para assistir a mais um jogo do nosso glorioso Botafogo.

Apesar de terem se deslocado de Ribeirão Preto, planejado um dia de lazer e de alegria com a coletividade botafoguense, essas famílias viveram uma situação lamentável a absurda.

A diretoria se solidariza e já antecipa que fará uma grande ação com essas famílias para, de alguma forma, compensar o prejuízo causado pelo Mogi Mirim.

É importante informar que o Botafogo não foi informado dessa deliberação, que também não foi apresentada aos torcedores presentes através de documentação. Segundo informações da imprensa, uma liminar proíbe a entrada de menores de 18 anos no estádio Vail Chaves por conta de uma série de exigências não cumpridas por parte do Mogi Mirim Esporte Clube desde o início de 2017.

 

 

Foto: Nicollas Oliveira/Agência Botafogo

Comente

Deixe uma resposta