Home » Esportes » Futebol » Botafogo » Botafogo sofre revés contra o Cuiabá (MT) na Arena Pantanal

Botafogo sofre revés contra o Cuiabá (MT) na Arena Pantanal

O Botafogo visitou o Cuiabá (MT) e não conseguiu sair com um resultado positivo da capital mato-grossense na tarde desse sábado.

Líder do Grupo B, o Pantera chegou na Arena Pantanal implantando seu estilo de jogo ofensivo que já é característica da equipe do técnico Léo Condé. Pressionando a saída de bola do Cuiabá (MT) e forçando o time da casa a jogar por meio de lançamentos o Botafogo ia aos poucos crescendo na partida; mas aos 22 minutos Feijão correu pela ponta direita e faz um belo cruzamento para João Carlos, que subiu no meio da zaga Tricolor e cabeceou sem chances para o goleiro Tiago Cardoso, colocando o 1 a 0 no placar.Com a desvantagem o Pantera não se desesperou e conseguiu chegar ao empate aos 35 minutos com Caio Dantas acertando um chute forte da entrada da área após receber assistência de Felipe Augusto.

No segundo tempo e com a responsabilidade de conseguir a vitória em casa, o Cuiabá (MT) partiu para cima e dificultou o jogo de articulação do meio campo do Pantera. Aos 36, Marino recebe passe de Eduardo Ramos, tromba com Tiago Cardoso mas consegue empurrar a bola para o fundo das redes, colocar o 2 a 1 no placar e dar números finais a partida.

O próximo desafio do Pantera acontece no próximo sábado, contra o Volta Redonda (RJ) no Estádio Raulino de Oliveira.

FICHA TÉCNICA:
Cuiabá (MT) 2 x 1 Botafogo
Campeonato Brasileiro Série C
Local: Arena Pantanal
Data: 30/06/2018 – Horário: 16h30 (de Brasília)
Gols: João Carlos e Marino (Cuiabá); Caio Dantas (Botafogo)
Público:
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha
Assistente 1: Tiago Gomes da Silva
Assistente 2: Hugo Sávio Xavier Correa
Quarto Árbitro: Ronei Candido Alves

Botafogo: Tiago Cardoso, Marcos Martins, Gilberto, Plínio e Peri; Gilsinho, Yuri, Tchô e Felipe Augusto; Caio Dantas e Pimentinha. Técnico: Léo Condé.

Cuiabá: Victor Souza; Feijão, Ednei e Edson; Danilo; Escobar, Marino, Eduardo Ramos; Bruno Sávio, João Carlos e Marcão. Técnico: Itamar Schulle.

Comente

Deixe uma resposta