Home » Esportes » Futebol » Botafogo » Botafogo perde para o Operário (PR) e conhece a primeira derrota na Série C

Botafogo perde para o Operário (PR) e conhece a primeira derrota na Série C

O Botafogo entrou em campo nesta tarde pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro da Série C, na cidade de Ponta Grossa, buscando manter a invencibilidade na competição.

Logo aos 8 minutos de partida, Guilherme Garré arriscou um chute de fora da área e a bola tocou na mão do defensor que estava dentro da área. Jheimy bateu o pênalti com perfeição e abriu o placar na cidade paranaense. Aos 25 minutos da primeira etapa, Lucas Batatinha foi lançado em profundidade e empatou a partida para o time da casa.

O Botafogo sentiu o gol de empate e faltou criatividade para tentar a reação logo na primeira etapa. Aos 41, no final do primeiro tempo, Schumacher recebeu cruzamento e virou o jogo para o Operário.

Na segunda etapa, o técnico Léo Condé voltou com uma alteração. Marcos Matins que estava lesionado, entrou na vaga de Lucas Mendes que tomou cartão amarelo no início do jogo. Mesmo com as entradas de Tchô e Pimentinha o Pantera não melhorou em campo e aos 25 minutos do segundo tempo Schumacher marcou o segundo dele, o terceiro do Operário decretando a vitória do time da casa.

O Botafogo que vinha invicto na competição conheceu a sua primeira derrota fora de casa e agora enfrenta o Ypiranga (RS) no próximo domingo (3) na cidade de Erechim. Com a derrota o Pantera fica com 12 pontos e cai para a terceira colocação no Grupo B.

FICHA TÉCNICA:
Operário-PR 3×1 Botafogo
Campeonato Brasileiro Série C
Local: Estádio Germano Krüger – Ponta Grossa
Data: 27/05/2018 – Horário: 15h30 (de Brasília)
Público:
Árbitro: Andrey da Silva E Silva
Assistente 1: Marcio Gleidson Correia Dias
Assistente 2: Jose Ricardo Guimaraes Coimbra
Quarto Árbitro: Anderson Iraci Guimarães

Botafogo: Tiago Cardoso; Lucas Mendes, Carlos Henrique, Gilberto e Peri; Serginho, Yuri; Guilherme Garré e Felipe Augusto; Jheimy e Élder Santana. Técnico: Léo Condé.

Operário: Simão; Léo, Alisson, Sosa e Peixoto; Chicão, Eric, Robinho e Cleyton; Lucas Batatinha e Schumacher. Técnico: Gerson Gusmão.

Comente

Deixe uma resposta