Home » Esportes » Futebol » Botafogo » Botafogo pega o Juventude-RS de olho na liderança do Grupo B

Botafogo pega o Juventude-RS de olho na liderança do Grupo B

Venha para o Santão fazer parte dessa historia. Rumo a serie B

O Botafogo pode assumir, pelo menos provisoriamente, a liderança do Grupo B do Campeonato Brasileiro da Série C, se vencer o Juventude-RS, neste domingo (26), às 11h00, no Estádio Santa Cruz, pela sexta rodada da primeira fase do torneio nacional.

O Pantera é o segundo colocado, com 12 pontos, frutos de quatro vitórias em cinco rodadas, sendo as três últimas consecutivas. A liderança da chave é do Guarani-SP, com 13 pontos, mas o Bugre só joga na segunda-feira, contra a Portuguesa-SP.

Para a partida desde domingo, diante do Juventude-RS, o técnico botafoguense Márcio Fernandes tem dois problemas no setor ofensivo. Serginho e Carlos André se recuperam de lesão muscular e estão fora do jogo. Mesmo sem confirmar oficialmente, o Pantera deve iniciar o jogo com a mesma equipe que goleou o Guaratinguetá, por 6 a 2, na última rodada.

O adversário do Tricolor neste domingo não vem bem na Série C, já que perdeu os três últimos jogos. O que poderia, porém, ser fato animador para o Botafogo, acaba trazendo preocupação e o sinal de alerta ligado.

– Não é porque o Juventude-RS não está bem pontuado que não tem uma boa equipe. Foram vice-campeões gaúchos, possuem um técnico (Antonio Carlos Zago) e grandes jogadores. Não tenho dúvidas que será uma partida muito difícil e temos que estar atentos e muito concentrados para conquistar essa importante vitória – declarou o técnico Márcio Fernandes.

Com a goleada na última rodada, sobre o Guará, por 6 a 2, o Pantera passou a ter o melhor ataque da Série C, com 15 gols, além dos dois artilheiros da competição, Alemão e Diogo Campos, com cinco tentos cada um.

Diante do time de Caxias do Sul-RS o Pantera colocará a prova seu prolífero ataque, bem como a força atuando no Estádio Santa Cruz, onde venceu os três jogos que realizou até agora na Série C, diante de Mogi Mirim-SP, Boa Esporte-MG e Guaratinguetá-SP.

FICHA TÉCNICA:
Botafogo x Juventude-RS
Brasileiro Série C 2016 – 6ª Rodada
Local: Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP)
Data: 26/06/2016 – Horário: 11h00 (de Brasília)
Árbitro: Felipe Gomes da Silva (PR) (ASP-FIFA)
Assistente 1: Victor Hugo Imazu dos Santos (PR) (CBF-1)
Assistente 2: Vitor Carmona Metestaine (SP) (CBF-1)
Quarto Árbitro: Márcio Henrique de Gois (SP) (CBF-2)

Botafogo – Neneca; Daniel Borges, Caio Ruan, Mirita e Diego Pituca; Rodrigo Thiesen, Zotti, Samuel Santos e Danilo Bueno; Alemão e Diogo Campos. Técnico: Márcio Fernandes.

Juventude-RS – Elias; Vidal, Klaus, Anderson Marques e Pará; Wanderson, Fahel, Carlinhos, Bruno Ribeiro e Roberson; Hugo. Técnico: Antônio Carlos Zago.

CONFRONTO:
Botafogo e Juventude-RS têm um histórico de confrontos equilibrado, com duas vitórias para cada lado e três empates, em sete jogos realizados. São três duelos pela Série A do Brasileiro, todas realizadas no Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul-RS: em 1978, deu Juventude-RS 1 a 0, empate por 1 a 1 em 1999 e vitória do Pantera por 2 a 0, em 2001, gols de Adiel e Marcos Denner, na última vez que os dois clubes se encontraram.

Os outros quatro encontros foram pela Série B do Brasileiro. Dois jogos em 1990, com vitória do Juventude-RS em Ribeirão Preto, por 1 a 0, e empate por 0 a 0 em Caxias.

Em 1988, dois confrontos pela segunda fase do Grupo E. O Pantera venceu por 2 a 0, no Santa Cruz, e empate por 1 a 1, no Alfredo Jaconi.

ESTATÍSTICAS DO CONFRONTO:
7 – Jogos
2 – Vitórias do Botafogo
2 – Vitórias do Juventude
3 – Empates
6 – Gols do Botafogo
4 – Gols do Juventude

ARTILHEIROS DO BOTAFOGO NO TORNEIO:
Alemão e Diogo Campos (5 gols); Samuel Santos e Zotti (2 gols)

Árbitro Felipe Gomes da Silva – PR (ASP-FIFA)
Árbitro Assistente 1 Victor Hugo Imazu dos Santos – PR (CBF-1)
Árbitro Assistente 2 Vitor Carmona Metestaine – SP (CBF-1)
Quarto Árbitro Marcio Henrique de Gois – SP (CBF-2)
Assessor Marcio Luiz Augusto – SP (ASS)

Entrevista Pré jogo com Técnico Márcio Fernandes

Comente

Deixe uma resposta