Home » Esportes » Futebol » Bolsonaro participa da entrega de taça de campeão brasileiro para Palmeiras

Bolsonaro participa da entrega de taça de campeão brasileiro para Palmeiras

Os anos gloriosos do Verdão foram 1960, 1967 (Torneio Roberto Gomes Pedrosa e Taça Brasil), 1969, 1972, 1973, 1993, 1994, 2016 e 2018. O rival que chega mais próximo é o Santos, com oito títulos.

Com a conquista, o Verdão também ampliou sua vantagem como Maior Campeão do Brasil: além dos dez troféus do Brasileirão, o time faturou a Copa do Brasil três vezes e a Copa dos Campeões em uma oportunidade, totalizando 14 taças nacionais – o segundo colocado no ranking é o Corinthians, com 11.

Além disso, pela primeira vez na história do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras conquistou o título ou foi vice-campeão em três temporadas consecutivas – as taças vieram em 2016 e neste ano, enquanto a equipe ficou na segunda colocação em 2017. De quebra, o time já tem assegurada a participação na Conmebol Libertadores pela quarta vez seguida, o que nunca havia ocorrido antes.

Com o decacampeonato brasileiro já garantido, o Palmeiras teve um domingo de festa no Allianz Parque, contra o Vitória, pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro. Porém, dentro das quatro linhas, no jogo da taça, o campeão encontrou dificuldades para se sobressair diante do já rebaixado Rubro-Negro baiano. Depois de abrir 2 a 0 com Dracena e Scarpa, o Verdão sofreu o empate, com Yago e Luan. Mas Bruno Henrique, capitão do time, na reta final, marcou o gol da vitória por 3 a 2, que coroou a campanha alviverde.

Além da taça erguida, a festa ainda terminou com recorde de público no Allianz Parque. Neste domingo, 41.256 pessoas presenciaram o triunfo Alviverde, superando as 40.986 que assistiram à vitória do Palmeiras por 1 a 0 sobre a Chapecoense, no Brasileiro de 2016, na último jogo do time catarinense antes do desastre aéreo.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 3 X 2 VITÓRIA

Local: Allianz Parque, São Paulo (SP)

Data: Domingo, dia 2 de dezembro de 2018

Horário: 17h (de Brasília)

Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC)

Assistentes: Henrique Neu Ribeiro (SC) e Eder Alexandre (SC)

Público: 41.256 pessoas

Renda: R$ 1.514.618,30

GOLS:

PALMEIRAS: Edu Dracena, aos 42 minutos do 1ºT; Gustavo Scarpa, aos 11 minutos do 2ºT, Bruno Henrique, aos 44 minutos do 2ºT

VITÓRIA: Yago, aos 25 minutos do 2ºT; Yago, aos 27 minutos do 2ºT

Cartões amarelos: Lucas Ribeiro (Vitória), Deyverson (Palmeiras), Luan (Vitória), Felipe Melo (Palmeiras)

PALMEIRAS: Weverton; Mayke, Antônio Carlos, Edu Dracena e Victor Luis; Felipe Melo, Bruno Henrique, Lucas Lima (Guerra); Gustavo Scarpa (Moisés), Dudu e Borja (Deyverson).

Técnico: Luiz Felipe Scolari

VITÓRIA: João Gabriel; Cedric, Lucas Ribeiro, Bruno Bispo e Fabiano; Willian Farias (Nickson), Léo Gomes, Yago, Luan e Lucas Fernandes (Erick); Léo Ceará (Eron).

Técnico: João Burse

Comente

Deixe uma resposta