Home » Esportes » Futebol » Alunos do ‘Bom de Nota, Bom de Bola’ disputam campeonato mundial em RP

Alunos do ‘Bom de Nota, Bom de Bola’ disputam campeonato mundial em RP

As equipes representaram seleções participantes da Copa do Mundo 2018; O torneio é baseado na metodologia do Futebol 3 Tempos

foto divullgação

No mês de julho, os alunos do projeto “Bom de Nota, Bom de Bola” disputaram o campeonato mundial baseado na Copa do Mundo, realizada na Rússia. Cada time representou uma seleção participante do torneio.

Disputado na CEU das Artes, em Ribeirão Preto, o torneio se voltou não apenas as questões esportivas, mas também sociais e escolares. Antes do início das partidas, os alunos devem responder temas geográficos como, quais as nações vizinhas do território que eles representam, e a moeda utilizada pelo país.  A equipe que acertasse as perguntas sairia com vantagem no placar.

Para Evandro Silveira, coordenador do projeto, os valores educacionais oferecidos são os fatores mais importantes que os alunos puderam receber com o campeonato. “A nossa menor preocupação é a competitividade. Visamos estabelecer uma relação entre o conteúdo escolar e esportivo, para que nossas crianças tenham maior conhecimento do mundo,  da diversidade social e espaço geográfico”, afirma.

Os alunos também tiveram a missão de escrever na bandeira dos países, os nomes dos jogadores que compuseram a seleção no Mundial da Rússia.

Futebol 3 Tempos

O torneio é baseado na metodologia do Futebol 3 Tempos, também conhecido como Callejero.  No método é proposta a divisão de três etapas: a roda de debate no início da atividade, o jogo e a roda de discussão ao final. Na primeira fase, são estabelecidas as regras do jogo pelos próprios alunos. A segunda é o momento em que a bola rola, sem a presença de um juiz, ficando o professor como mediador durante toda a partida. Já na última etapa, os alunos debatem e mostram suas opiniões sobre os acontecimentos na atividade.

Sobre o projeto

O “Bom de Nota, Bom de Bola” está presente no bairro Ribeirão Verde em Ribeirão Preto e conta com investimento do programa FIFA Football For Hope, projeto da entidade máxima do futebol internacional e beneficia 120 meninos e meninas durante 12 meses.

Comente

Deixe uma resposta