Home » Cidades » Parque Curupira fecha mais cedo para receber obras de iluminação

Parque Curupira fecha mais cedo para receber obras de iluminação

Obras no Parque Prefeito Luiz Roberto Jábali serão realizadas para oferecer melhores condições de uso para frequentadores

A prefeitura municipal de Ribeirão Preto, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura, irá realizar no Parque Prefeito Luiz Roberto Jábali (Curupira), obras de melhorias na iluminação do local.

Por este motivo, o parque Curupira irá fechar mais cedo a partir desta terça-feira, dia 10 de julho, encerrando a visitação do público às 18h e não mais às 20h. A previsão é que o parque volte ao funcionamento normal na segunda quinzena de agosto.

As obras serão realizadas a noite para não prejudicar a visitação da população ao parque, além de facilitar o trabalho que será realizado nos próximos dias.

O Parque

Inaugurado em 18 de novembro de 2000, o complexo ambiental de 152 mil metros quadrados de vegetação é um dos maiores espaços de lazer de Ribeirão Preto. O local é ideal para passeios e caminhadas, além de ser o ponto de encontro da população, e conta com cachoeiras e lagos artificiais próximos a uma Praça de Eventos.

O parque está localizado em uma área de antiga exploração de basalto.  Esta rocha foi formada de erupções vulcânicas ocorridas há cerca de 60 a 130 milhões de anos. Devido ao afloramento de rochas no solo, que impedem o surgimento de vegetação rasteira, a área possui aparência de bosque e suas trilhas receberam asfalto para permitir fácil acesso às dependências do parque.

A fauna silvestre é representada por aves como o pica-pau e o quero-quero, por mamíferos como o sagui ou mico-estrela, por répteis e tantos outros. As cachoeiras e lagos da Praça de Eventos, servem para embelezar e refrescar esse ambiente.

O parque possui três setores distintos. Na entrada fica o estacionamento, com capacidade para 200 carros. O setor destinado a eventos tem um espaço para apresentações ao ar livre, com palco e capacidade para 20 mil pessoas, com cinco lagos e outras duas cachoeiras menores completam o paisagismo ao seu redor. Por último há o entorno, onde ficam as trilhas.

Com objetivo de reforçar ainda mais o paisagismo, foram plantadas outras quatro mil mudas nativas, entre elas paineiras, farinhas-secas, ipês (branco, rosa, roxo e amarelo) e palmeiras (jerivá, guariroba e macaúba), além de novas aroeiras e angicos.

Comente

Deixe uma resposta